Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Zucchi esclarece moradores sobre construção de viaduto na Tupi

A obra, que integra a revitalização das ruas Ivaí e Tocantins, tem início previsto para a próxima segunda-feira (14).

 

Um momento para conhecer e debater sobre uma das mais importantes obras estruturais executadas em Pato Branco. No encontro realizado na noite desta segunda-feira (07), na Associação de Moradores do bairro Cristo Rei, o prefeito Augustinho Zucchi apresentou o projeto do viaduto que será construído na avenida Tupi, no trecho que liga as ruas Ivaí e Tocantins. Moradores e empresários das imediações da obra, assim como vereadores e lideranças dos bairros da região, participaram do encontro, que reuniu cerca de 100 pessoas.

A obra, que integra a revitalização das ruas Ivaí e Tocantins, tem início previsto para a próxima segunda-feira (14). O planejamento da Administração Municipal definiu alternativas de acesso à avenida Tupi visando não prejudicar moradores e empresários da região. “Sabemos que a obra ocasionará transtornos momentâneos, mas estamos aqui para dialogar e ouvir a população, pois durante a construção do viaduto precisaremos da compreensão e colaboração de todos”, ponderou Zucchi.

O prefeito Zucchi ressaltou que o viaduto, bem como a revitalização das ruas Ivaí e Tocantins, viabilizarão uma nova via de acesso e ligação entre Oeste e Norte da cidade. “Estamos trabalhando pelo futuro e desenvolvimento de Pato Branco. Essa obra de infraestrutura refletirá no trânsito e na mobilidade urbana da cidade, contribuindo no crescimento desta região, o que beneficiará os moradores e o comércio”, destacou.

Na ocasião, o secretário municipal de Engenharia, Obras e Serviços Públicos, Frederico Pimpão, apresentou os desvios para acesso à avenida Tupi, utilizados durante a execução da obra. Conforme Frederico, o único ponto cuja passagem será interditada será nas esquinas das ruas Ivaí e Tocantins – desvios alternativos possibilitarão o acesso à Tupi, pelas ruas Amambaí, Iguatemi, Antônio Ascari, Tocantins, Aida da Costa e rua dos Andradas.

“Essas mudanças foram definidas através de um estudo de tráfego e fluxo feito pelo Depatran. Mas, no andamento da obra, estaremos abertos a alterações, conforme a necessidade apontada pela população”, adiantou o secretário. As informações de acesso e desvios serão veiculadas na mídia local, para orientar a população.

O empresário Ireno Boschi reside e possui comércio na extensão da avenida Tupi. Sua casa e empresa ficam a 200 metros do ponto onde será edificado o viaduto. Para ele, o encontro serviu para tirar duvidas e conhecer o projeto.

“Estávamos na expectativa para conhecer a obra, pois dependemos do comércio. Essa reunião prova que a Prefeitura está dando valor aos comerciantes e aos moradores. Não tem como mudar sem ter certos transtornos, por isso, temos que ser coerentes”, disse Ireno.

Além de contribuir na mobilidade e fluidez do trânsito, o viaduto valorizará a região. Essa é a opinião do presidente da Associação de Moradores do Pinheirinho, Itacir Rosin, que há 21 anos mora no bairro. “Estamos otimistas, porque para nós será muito bom. O viaduto valorizará os terrenos e facilitará a entrada na Tupi pela Ivaí. É uma obra esperada e importante para nós moradores da região”, enfatizou.

O presidente da Associação de Moradores do Cristo Rei, Luiz Autovicz, conhece bem a demanda local, pois reside no bairro há 23 anos. Ele conta que a melhoria no acesso à região Sul e Oeste, principalmente no ponto entre as ruas Ivaí e Tocantins, era uma reivindicação antiga da comunidade, pela segurança de motoristas e pedestres. “Para nós moradores, essa é uma grande obra, importante e reivindicada há tempos. Será excelente, a população está contente. A cidade está crescendo cada vez mais”, completou.

Ivaí e Tocantins

Paralelamente, as obras também acontecem nas ruas Ivaí, Marília, Terezinha Duarte, Senador Teotônio Vilela e Iguatemi. Na região Norte da cidade, entre os bairros São Luis, Vila Izabel e São Francisco, a rua Tocantins foi pavimentada entre as ruas Artibano Sutille e Osvaldo Aranha, num total de  2,5 quilômetros. Além da pavimentação, a estrutura contará com ciclofaixas e novos passeios em determinados trechos, intervenções que estão sendo executadas.

No total, o projeto de revitalização e pavimentação asfáltica da Ivaí e da Tocantins atenderá 8,5 quilômetros, com investimentos de R$ 10.832.363,58, provenientes de convênio entre a Prefeitura e o Governo Federal.

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários