Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Zucchi entrega tablets para alunos dos 4º anos

A Prefeitura de Pato Branco ampliou o Programa Clique Conhecimento, que leva inclusão digital à Rede Municipal de Educação através da inserção de tablets educacionais em sala de aula. Agora, além dos 5º anos, alunos e professores dos 4º anos também foram contemplados pela inovação. O prefeito Augustinho Zucchi lançou a nova etapa do programa na noite desta segunda-feira (09), no Teatro Municipal Naura Rigon, reunindo professores, pais e alunos dos 4º anos.

Na ocasião, Zucchi ressaltou que o programa representa um importante diferencial na formação das crianças e vem contribuindo significativamente no aprendizado dos alunos dos 5º anos – o que não será diferente com os 4º anos, uma vez que a Secretaria de Educação e Cultura desenvolve um planejamento específico de inclusão digital, que envolve a capacitação permanente dos professores, assim como dos alunos.

“Cerca de mil alunos foram atendidos em cada ano do programa, que tem sido um sucesso, porque contribuiu no desempenho dos alunos, conforme atestaram os professores. Agora, ao contemplarmos os 4º anos, atenderemos cada vez mais crianças com essa oportunidade”, ponderou o prefeito.

Para viabilizar a ampliação do Programa Clique Conhecimento, a Prefeitura de Pato Branco adquiriu mais 1.000 tablets educacionais, com investimentos de R$ 253.000,00. Estas unidades serão destinadas aos alunos dos 5º anos, cuja entrega dos aparelhos está prevista para abril. Os 883 tablets repassados aos alunos e professores dos 4º anos, fazem parte dos equipamentos adquiridos pelo Município em 2013, ano em que o programa iniciou, quando foram investidos R$ 508.739,00.

“Este é um programa que deu certo e está sendo ampliado para os nossos alunos, para que eles tenham uma formação com mais qualidade, principalmente com igualdade de condições, o que refletirá ao longo da vida escolar”, reforçou Zucchi.

Telas e olhos que brilham

Por que esse sorriso no rosto? “É que todo mundo na minha sala está animado para ganhar o tablet, porque vai ter bastante atividade diferente para fazermos com ele. Vamos estudar sobre um monte de coisas, até Matemática”, justifica Amanda Aparecida de Almeida, 9 anos, aluna da Escola Municipal São Cristóvão.

Na opinião de Kamillo Sutil, 9 anos, que gosta de vídeo game e notebook, mas ainda não tem um tablet, usar a tecnologia na aula será “legal, porque vamos estudar com o tablet, junto com o caderno e o livro”, disse o aluno do  4º ano da Escola Municipal Lions Clube.

Já para Luiz Fernando Lagranha, 9 anos, aluno do 4º ano da Escola Municipal Udir Cantu, a ferramenta ajudará no aprendizado da sua matéria favorita. “Estou feliz, porque gosto muito de Português e vou aprender ainda mais com o tablet”, contou.

Os tablets dos 4º anos possuem 16 aplicativos, sendo um específico sobre o Município, outro com livros digitais disponibilizados por autores locais e os demais são aplicativos educacionais gratuitos, relacionados às disciplinas de ciências, geografia, matemática e português. Dois deles foram criados pela equipe da Prefeitura.

Pais que aprovam 

Para Euclides Sutil, pai de Kamillo, a oportunidade oferecida ao filho também é uma forma de realização pessoal. “Fico feliz, pois para todo pai é um sonho ter um filho que possa aperfeiçoar cada vez mais os estudos. É uma ferramenta a mais para ele aprender e se preparar para o futuro”, destacou.

A perspectiva de Suzana Pinguelo, mãe de Luiz, é que a inovaçãocontribuirá significativamente no desempenho escolar do filho.  “Será mais um material didático que vai complementar o que ele aprende em sala de aula, pois será possível fazer pesquisas, tirar dúvidas. Fico feliz, porque não tive essa oportunidade e agora meu filho vai aproveitá-la”, enfatizou.

Na casa de Micheli Aparecida Ramos, a família toda se envolve no aprendizado da filha Amanda – assim como aconteceu na noite de ontem, em que ela, o esposo e as duas filhas marcaram presença.  “Não tivemos essa oportunidade na nossa época, agora minha filha tem, pois a Educação está mais avançada e as crianças devem aproveitar”, ressaltou.

 

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários