Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Zucchi apresenta balanço sobre o primeiro mês da UPA 24 horas

Em julho, a Prefeitura de Pato Branco investiu R$ 1.101.082,23 em recursos próprios para manter o local

No primeiro mês de funcionamento, a equipe da Unidade de Pronto Atendimento – UPA 24 horas de Pato Branco atendeu 7.460 pessoas. Para manter a estrutura de saúde pública, que oferece atendimento de urgência e emergência, a Prefeitura investiu R$ 1.101.082,23 em recursos próprios. Esses e outros números foram apresentados pelo prefeito Augustinho Zucchi na manhã desta quarta-feira (05), no gabinete municipal, juntamente com representantes da Secretaria Municipal de Saúde, que também apontaram os principais avanços obtidos com a operação da unidade. Vereadores e imprensa estiveram presentes.

Para o prefeito Zucchi, o planejamento realizado desde 2013 resulta na concretização da UPA e na qualidade do atendimento prestado à população. “Visamos uma estrutura modelo, com atendimento de qualidade e uma equipe referência para atender a questão de urgência e emergência”, enfatizou Zucchi.

Do valor de R$ 1.101.082,23 destinado para manutenção da UPA no mês de julho, R$ 833.501,25 custearam a folha de pagamento dos cerca de 100 funcionários que atuam no local, incluindo 23 médicos. O restante dos recursos foram aplicados em materiais de consumo, transporte, alimentação, entre outros. A contrapartida do Governo Federal ocorrerá somente após a habilitação do Ministério da Saúde, que será agendada pelo próprio órgão federal.

Zucchi reforçou ainda que a Administração Municipal atua pela estruturação da saúde pública de Pato Branco, o que também contempla a construção de quatro novas unidades de saúde – em andamento nos bairros Industrial, Novo Horizonte, Fraron e São Cristóvão, com recursos do Município e dos governos Federal e Estadual –, assim como a ampliação das Equipes de Estratégia Saúde da Família e a contratação de mais de 200 profissionais para a Secretaria de Saúde, conjunto de ações desenvolvidas desde 2013.

“Estamos preparando a cidade para o futuro, garantindo as condições necessárias para consolidar um atendimento mais humanizado e de qualidade na saúde pública, como as nossas famílias merecem. Esse trabalho atende também a infraestrutura necessária para recebermos o curso de Medicina”, ressaltou Zucchi.

De acordo com a secretária municipal de Saúde, Antonieta Chioquetta, do total de pessoas atendidas na UPA em julho, 7.013 residem em Pato Branco; as restantes são de cidades da região, uma vez que a unidade também recebe pacientes de Clevelândia, Mariópolis, Vitorino, Bom Sucesso do Sul e Itapejara do Oeste. “Após a pactuação dos municípios, o custeio da UPA contará com contrapartida dessas prefeituras, que responderão pelos pacientes de suas cidades uma vez que nós também acompanhamos a origem e os procedimentos realizados em cada atendimento”, reforçou Antonieta.

Os dados precisos sobre os investimentos, assim como atendimentos e históricos dos pacientes são possíveis em virtude da informatização realizada pela Prefeitura com a implantação da rede de fibra ótica nos departamentos municipais. O espaço também possui prontuário eletrônico integrado com todas as unidades de atendimento do Município – o que permite maior resolutividade e eficiência em cada caso atendido.

Estrutura que salva vidas

Em julho, foram realizados 5.465 procedimentos e exames na unidade. O volume demonstra que vidas estão sendo salvas graças a infraestrutura moderna somada à equipe clínica de qualidade, condições oferecidas por hospitais de referência. “A UPA está muito bem estruturada, assim como a saúde pública de Pato Branco. Hoje há um trabalho integrado entre as unidades de saúde e os hospitais. Além disso, estamos conseguindo resolver muitos casos na UPA, conseguindo sanar o anseio da população”, disse o diretor técnico da Unidade de Pronto Atendimento 24 horas, médico Rafael Eugenio Lazarotto.

No total, a UPA de Pato Branco recebeu investimentos na ordem de R$ 3.036.592,62. Destes, R$ 1.036.592,62 foram recursos próprios do Município, destinados à infraestrutura (R$ 356.016,62) e equipamentos (R$ 680.576,00). O restante, R$ 2 milhões, provêm do Governo Federal.

 

 

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários