Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Tablets educacionais têm aplicativo feito em Pato Branco

O programa de inclusão digital realizado pela Prefeitura de Pato Branco na Rede Municipal de Educação, o Clique Conhecimento, também oportuniza acesso a aplicativos educacionais feitos por startups pato-branquenses. Egressos da UTFPR – Câmpus Pato Branco estão apresentando o app Minha Leitura às escolas municipais, instalando o recurso nos tablets educacionais utilizados por alunos e professores dos 4º e 5º anos.

A primeira turma a conhecer o app foi o 5º ano da Escola Municipal José Fraron, em que o aplicativo será usado em um projeto de incentivo à leitura realizado pela escola.  De acordo com a secretária municipal de Educação e Cultura, Heloí Aparecida De Carli, a partir da experiência obtida na escola será definida a ampliação do recurso para outras turmas da Rede Municipal.

“Com o Minha Leitura, os alunos registram os dados do livro que estão lendo, tiram foto da capa, organizam as ideias principais dos capítulos ou páginas e ainda administram a quantidade de leitura por dia. Certamente está sendo um estímulo, mostrando que a tecnologia também motiva as crianças para a leitura, auxiliando na compreensão da mesma”, completa Heloí.

O aplicativo Minha Leitura é uma ferramenta concebida para gerenciar e incentivar a leitura de livros. Pode ser no sistema tradicional, impresso em papel, ou e-books. O utilitário permite cadastrar livros que se está lendo, inserir notas, acompanhar o progresso da leitura, marcar horários, e ainda compartilhar suas impressões ou resenhas sobre uma determinada obra.

Douglas Henrique Batista, um dos criadores do app educacional, a inserção no programa municipal contribui na divulgação e no aprimoramento da ferramenta digital. “Os alunos vão poder nos dizer como melhorar o aplicativo, pois eles estão no dia a dia escolar. O rumo do app nas escolas dependerá do feedback que receberemos dos alunos e professores. Com essa parceria, a sociedade em geral conhecerá o aplicativo”, avalia.

O jovem empreendedor também comenta a oportunidade de envolver o aplicativo no aprendizado e desenvolvimento de crianças de escolas públicas. “É gratificante e inspirador, nos formamos em uma universidade pública e proporcionar o aplicativo para os alunos da rede municipal é uma forma de retribuir para a sociedade tudo o que recebemos. Queremos incentivar a busca pelo conhecimento. Ver que o Minha Leitura está sendo usado para isso, é o início do cumprimento do nosso papel”, reforça Douglas.

Além de Douglas, a startup, empresa nascente de TI, conta com Jaylon Henrique da Silva e Moises Meirelles dos Santos Filho. O projeto integra a Incubadora Tecnológica da UTFPR – Câmpus Pato Branco e, no momento, recebe melhorias com a inserção de novas funcionalidades. O aprimoramento do aplicativo visa atrair investidores para o projeto.

Reconhecimento

O app que hoje está disponível na Google Play para dispositivos Android, venceu a terceira edição do concurso de aplicativos Campus Mobile em abril deste ano, realizado pelo Instituto Embratel Claro e a Universidade de São Paulo (USP). Vencer o concurso de aplicativos na categoria de tecnologias sociais garantiu aos três jovens empreendedores um prêmio em dinheiro e uma viagem ao Vale do Silício, na Califórnia, Estados Unidos.

Na Google Play, basta procurar como “Minha Leitura”. Para saber mais sobre o aplicativo, acesse: www.facebook.com/appminhaleitura.

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários