Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Estado e Município formam força tarefa para combater a dengue

Nesta terça-feira (21), no Largo da Liberdade, foi realizada a reunião do Comitê Intersetorial de Controle da Dengue de Pato Branco, para debater as ações que serão realizadas no combate ao mosquito Aedes aegypti, tendo em vista a possibilidade de uma epidemia de dengue. O Comitê foi instituído pelo Governo do Estado e o encontro contou com representantes de diversas entidades estaduais e municipais.

O chefe da 7ª Regional de Saúde, Anderson Nezello, contou que os níveis de dengue em todo o Paraná estão alarmantes, com o maior número de casos registrados até o momento, e que a preocupação é a falta de leitos hospitalares, caso uma epidemia de dengue aconteça. “Devemos fazer a nossa parte e nos unirmos em uma grande força tarefa. Os índices apontam criadouros em todas as regiões e não adianta pensarmos que eles estão apenas em ferros-velho e lixos a céu aberto, eles também estão nas piscinas e calhas. É preciso olhar todos os espaços da nossa residência, do nosso trabalho e, até mesmo, dos locais por onde passamos, se você encontrou um copo plástico jogado na rua, por exemplo, não espere o poder público limpar, colabore, elimine este possível foco, porque o mosquito não escolhe quem irá contaminar”, disse ele.

A secretária municipal de Saúde, Márcia Fernandes de Carvalho, ressaltou que todos precisam se engajar. “Realizamos um trabalho contínuo, mas nossa equipe possui um número limitado de pessoas e não podemos estar em todos os locais da cidade, por isso, queremos pedir a colaboração de todos, tendo em vista que estamos chegando ao final das férias e muitas pessoas estarão retornando de locais onde há a doença, então temos que eliminar o maior numero possível de criadouros do mosquito”, pediu Márcia.

Ações

O secretário municipal de Meio Ambiente, Antonio Cezar Soares, afirmou que as ações da secretaria foram intensificadas, com a notificação maciça dos proprietários de terrenos que precisam de limpeza; coleta de entulhos, que reinicia nessa semana; e ações de conscientização e sensibilização. “Nossa equipe está atuando fortemente para eliminarmos criadouros do mosquito, mas se a população não fizer a sua parte, não haverá resultados. Pedimos a parceria de todos na limpeza dos terrenos, não esperem a notificação, depositem lixo nos locais corretos, para evitar que acumulem água e nos procurem para realizarmos ações conjuntas”, pediu o secretário.

Ele contou que no sábado (25), haverá uma ação de limpeza e combate ao mosquito, no bairro Parque do Som, a partir das 14h. “Os moradores entraram em contato e pediram nosso apoio, por isso, nesta data, estaremos disponibilizando 150 bolsas para coleta de lixo e duas caçambas. Também estaremos realizando o levantamento de terrenos que precisam ser notificados, bem como, ações de conscientização com os moradores, juntamente, com duas agentes comunitárias de saúde”, explicou Cezar. 

O presidente da câmara de vereadores, Moacir Gregolin, disse que irá intensificar a divulgação de campanhas pelos canais oficiais da Câmara. “Vamos fazer com que a informação chegue ao maior número possível de pessoas, convocando todos para realizarmos o combate a dengue, eliminando os focos do mosquito. Em paralelo, nos reuniremos para estudar outras ações que nós, vereadores, enquanto poder legislativo, poderemos fazer”, afirmou Moacir.

Marcelo Oltramari, chefe do Núcleo Regional de Educação de Pato Branco, informou que no retorno das aulas a programação dos alunos conta com um momento de conscientização. “Estamos organizados para que em todas as escolas da região, todos os alunos sejam reunidos e que sejam convocados para ajudar no combate a dengue. Iremos apresentar as formas de eliminar os focos do mosquito e fazermos um grande mutirão, tendo em vista que, em toda a região, contamos com cerca de 30 mil alunos, que podem contribuir para fazer a diferença nesta luta”, salientou Marcelo.

O representante do Governo Estadual, Ronaldo Silva, participou da reunião e disse que a população pode contar com a parceria do Estado nas ações. “Em um primeiro momento, iremos disponibilizar caminhões para ajudar as equipes de limpeza do Município, no recolhimento de entulho, mas em tudo que o Município precisar, estaremos viabilizando”, comprometeu-se Ronaldo.

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários