Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Rede Municipal de Educação estimula cultivo e consumo de orgânicos

 

Com canteiros coloridos formados por saladas e temperos, alunos e professores da Escola Municipal Jardim Primavera inauguraram nesta segunda-feira (07), a horta cultivada juntamente com acadêmicos de Agronomia da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) – Câmpus Pato Branco.  A iniciativa é desenvolvida pela Prefeitura e pelo Programa Mais Educação, do Ministério da Educação e também ocorre nas escolas Santos Dumont, Gralha Azul, Passo da Ilha e Cachoeirinha.

O prefeito de Pato Branco, Augustinho Zucchi, prestigiou o momento organizado pela Escola Jardim Primavera enaltecendo a iniciativa, assim como a importância de oportunizar às crianças o contato com a Natureza. “Precisamos mostrar às novas gerações que cuidar e respeitar a Natureza são atitudes essenciais para a nossa formação, pois na terra encontramos equilíbrio. Ao terem contato com a horta, as crianças conhecem a origem dos alimentos, aprendem a não desperdiçar e também valorizam a agricultura”, evidenciou Zucchi.

A diretora da Escola Municipal Jardim Primavera, Cleonice Tatto, contou que o projeto já mostra uma mudança positiva nos hábitos alimentares dos estudantes. “Percebemos que houve aumento do consumo de saladas, pois a horta os influenciou a experimentar aquilo que produziram”, explicou Cleonice.

De acordo com a acadêmica do curso de Agronomia da UTFPR – Câmpus Pato Branco, Sarha Kobata, os alunos aprenderam sobre plantio e colheita, assim como receberam orientações para organizar o espaço. Destaque também para a utilização de materiais recicláveis na composição da horta. “As crianças ajudaram em tudo, inclusive na disposição das garrafas e pneus que eles coloriram e que, através de figuras geométricas, formam uma mandala. O resultado final ficou muito bom”, comemorou Sarha.

Quem adorou fazer parte do projeto foi a aluna do 4º ano da Escola Jardim Primavera, Clara Bugança, 9 anos. “Eu ajudei a colocar o corante nas garrafas, arrumar o espaço e a plantar, foi muito bom, pois aprendemos muitas coisas, principalmente a ter respeito, educação e a cuidar dos alimentos”, concluiu Clara.

Além disso, a atividade também mobilizou as famílias dos alunos, conforme ressaltou a secretária municipal de Educação e Cultura, Heloí Aparecida De Carli. “Além das crianças aderirem a hábitos alimentares mais saudáveis, pediram para levar para casa e mostrar aos pais aquilo que produziram. Isso mostra a satisfação e o orgulho de terem participado de algo assim, em uma atividade onde o ensino é construído a partir da vivência prática das crianças”, disse Heloí, lembrando que a experiência também ocorre nas demais escolas onde o projeto está sendo realizado.

Além da horta, a Escola Jardim Primavera oferta outras oficinas em modelo interdisciplinar em Tempo Integral, envolvendo conteúdos de matemática, geometria, geografia, ciências e artes.

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários