Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Projetos de inclusão digital da Prefeitura de Pato Branco são destaques

As ações e projetos desenvolvidos pelo Município e que colocaram Pato Branco em evidência no cenário nacional foram apresentadas no II Fórum de Cidades Digitais do Sudoeste Paranaense, realizado em Pato Branco nesta quinta-feira, dia 25. O evento reuniu prefeitos do Paraná, Santa Catarina e também de outros estados, que puderam compartilhar experiências e agregar inovações aos projetos desenvolvidos em suas cidades.

A Prefeitura de Pato Branco executa um amplo planejamento com ações de inclusão digital. Como resultado, a população está cada vez mais próxima da Administração Municipal e vivencia, no dia a dia, melhorias significativas na prestação de serviços. Conforme pontuou o secretário municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação, Géri Natalino Dutra, são melhorias na Educação, na Saúde, na Limpeza Pública e na Segurança, que representam um novo momento para os pato-branquenses.

“Em Pato Branco, a integração entre as secretarias municipais leva soluções inovadoras à comunidade. A tecnologia também oportuniza a geração de emprego e renda, mostrando o potencial do setor tecnológico existente aqui. Temos um planejamento que visa dar continuidade a esses projetos e ações, ofertando também capacitação profissional à população, para que o desenvolvimento de Pato Branco ocorra de maneira cada vez mais efetiva”, destacou Géri.

Tablets educacionais e oficinas de robótica nas escolas, fibra ótica nos departamentos municipais, câmeras de vigilância, sinal gratuito de Internet na praça Presidente Vargas, modernização da coleta de lixo, prontuário eletrônico na Saúde e a criação da maior Feira de Ciência, Tecnologia e Inovação do Paraná – Inventum, foram algumas das ações que conduziram Pato Branco a ser reconhecida como Cidade Digital pela Rede Cidades Digitais (RCD), Cidade Inteligente pela Revista Exame e apontada entre as melhores cidades para se viver pela Revista IstoÉ, com destaque para a qualidade de vida.

Mas esse trabalho pela consolidação do ambiente tecnológico de Pato Branco começou ainda em 2007, com a criação da Lei Zucchi de Incentivo Tecnológico, criada pelo prefeito Augustinho Zucchi enquanto deputado estadual. Outro avanço importante para a cidade é o Parque Tecnológico, infraestrutura com cerca de 5 mil metros quadrados e que receberá empresas incubadas e de base tecnológica, visando a prospecção do setor no município e região.

“Precisamos incentivar a participação e envolvimento da população no desenvolvimento da cidade. Isso ocorre desde a infância, com o estímulo à criatividade e oportunidade de condições ao usarmos a tecnologia com intuito pedagógico. Também estimulamos a vocação inovadora e empreendedora dos pato-branquenses ao fazermos uma feira como a Inventum, que recebeu mais de 60 mil visitantes no ano passado. Trabalhamos para melhorar a vida das famílias, projetando o futuro de Pato Branco”, ressaltou o prefeito Zucchi.

Ainda na programação do II Fórum de Cidades Digitais do Sudoeste Paranaense, foi lançado mais um programa municipal para incentivar a inclusão digital e a qualificação profissional de jovens e adultos: a “Escola Pato Branco Digital”, que durante dois anos ofertará aproximadamente 1500 vagas gratuitas, para cursos e oficinas. A iniciativa é da Prefeitura de Pato Branco, juntamente com a Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), através do Ministério da Educação.

O II Fórum de Cidades Digitais do Sudoeste Paranaense foi realizado por meio de uma parceria entre Prefeitura, Associação de Municípios do Sudoeste Paranaense (AMSOP), com apoio do Sebrae, Acampar, Acamsop, Assespro/PR, Associação de Municípios do Cantuquiriguaçu e Agência de Desenvolvimento do Sudoeste. Contou com o patrocínio ouro da Exati Tecnologia, IDS e Ampernet Telecom e prata da Huner TI Colaborativa.

 

 

 

 

 

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários