Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Prefeitura protege fontes e prioriza saúde de agricultores familiares

A preservação de nascentes contempla o Programa Municipal de Proteção e Conservação de Fontes, realizado pela Prefeitura de Pato Branco desde 2013. Desde então, 153 propriedades foram atendidas, com acompanhamento permanente que inclui a recuperação das fontes que abastecem os lares e também garantem a produção da agricultura familiar.

Nas propriedades dos agricultores que comercializam no Mercado do Produtor, as fontes recebem um sistema composto por clorador, que garante a dosagem adequada de cloro, e caixa d’água de 1000 litros. Esta última é ofertada, também, para as famílias que fornecem produtos para a merenda escolar.

Paralelamente, as propriedades recebem medidas de controle à erosão, com o plantio de árvores nativas e isolamento da área da fonte com arame farpado. Ou seja, além de proteger e recuperar as fontes de água potável, a iniciativa preserva a mata ciliar do entorno (em até 50 metros).

“Em muitas das propriedades atendidas, as fontes existiam há mais de 20 anos, sendo protegidas por telhas ou pedaços de madeira, situação que comprometia a saúde das famílias, bem como a qualidade das produções”, relata o secretário municipal de Meio Ambiente, Nelson Bertani.

O secretário explica que as ações variam de acordo com a demanda de cada propriedade, lembrando que famílias que não produzem para o Mercado do Produtor ou para a merenda escolar também estão sendo beneficiadas. “Nestes casos, as propriedades recebem melhorias para garantir que não haja contato da água potável com ambiente externo”, frisa.

Após as intervenções nas fontes, as ações continuam, em que os agricultores recebem assistência técnica e acompanhamento do Município, para garantir a eficácia do programa. “Esse trabalho permanente terá sequência, conforme meta do plano de governo do prefeito Zucchi”, destaca Bertani.

Realização

O Programa Municipal de Proteção e Conservação de Fontes é desenvolvido pelas secretarias de Meio Ambiente e Agricultura, em parceria com o Conselho Municipal de Meio Ambiente, Emater/PR e Vigilância em Saúde.

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários