Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Município promove Casamento Comunitário com 125 casais

O último sábado (10), foi um dia especial para os 125 casais pato-branquenses que oficializaram a união no Casamento Comunitário 2015, promovido pela Prefeitura, através da Secretaria de Assistência Social, em parceria com o Cartório de Registro Civil Vieira. O comércio local também apoiou a realização do evento, ocorrido no Parque de Exposições.

Para o prefeito de Pato Branco, Augustinho Zucchi, a iniciativa valoriza as famílias, que contribuem no desenvolvimento social e na qualidade de vida do Município. “A oportunidade para que os casais possam oficializar a sua união é um exemplo de cidadania. É um ato de amor e valorização às famílias pato-branquenses, que concretiza as nossas ações pelo fortalecimento da sociedade, do respeito e do amor no âmbito familiar”, ressaltou o prefeito Zucchi.

A secretária municipal de Assistência Social, Anne Gomes da Silva, ressaltou que o Casamento Comunitário atende os valores cultivados pela Prefeitura visando a estruturação das famílias, que são o alicerce para uma sociedade digna, uma nação harmoniosa e um mundo pacífico.

“Contamos com 125 casais que oficializaram a união estável, o que nos deixa satisfeitos, pois trabalhamos diariamente pelo fortalecimento do indivíduo na sociedade e das famílias. O Casamento Comunitário vem de encontro ao plano de governo do prefeito Zucchi, que visa acolher esses casais e suas famílias, para que sejam muito felizes”, destacou Anne.

Entre as novidades deste ano, a Secretaria de Assistência Social promoveu um encontro de casais em setembro, onde além da organização do evento abordou questões de relacionamento familiar e valores. Além disso, diversos brindes foram sorteados durante a cerimônia, com apoio de entidades e comércio local.

Histórias e sonhos

Famílias já constituídas ou jovens casais. Centenas de histórias se encontraram no Casamento Comunitário com um único sonho: regularizar a união. No caso de Pedro Rosa (72) e Lurdes Dala Corte (75), casados há mais de 50 anos, a oportunidade representa segurança e tranquilidade. “Nós não somos imortais, temos que pensar no futuro um do outro. Oficializamos o nosso casamento perante a lei, sem custos, e esse dinheiro que economizamos usaremos em outras coisas”, disse o aposentado.

Todos estavam empenhados para que o dia fosse realmente especial, a começar pelas noivas que não dispensaram o tradicional vestido branco. “Esse é um dia único para a mulher”, justificou Brenda Vilhalva Cruz (22). São três anos de relacionamento com André Marques Antunes (34). Para ela, a oficialização representa a realização de um sonho.

“É uma satisfação enorme, uma emoção muito grande. Agora vai ser diferente, estaremos casados no papel, de verdade. Foi uma oportunidade muito boa ofertada pela Prefeitura, veio em uma ótima hora”, contou Brenda.

Para André, ver Brenda assinando o seu sobrenome é motivo de orgulho e realização. “Vivemos um sentimento único, porque sabemos que a pessoa que está ao nosso lado é para sempre. Estamos juntos, não é o papel que vai mudar o que sentimos, mas isso vem para reforçar o carinho e o respeito que temos um pelo outro”, declarou.

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários