Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Prefeitura prepara candidatos à Incubadora Tecnológica Municipal

Mais uma etapa de capacitação atendendo 18 projetos que objetivam ingressar na Incubadora Tecnológica Municipal de Pato Branco aconteceu nesta sexta-feira (13). Os potenciais empreendedores estão sendo assessorados pela Secretaria Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação, para defender suas ideias e garantir a vaga junto ao Parque Tecnológico, em fase final de conclusão.

O secretário municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação, Géri Natalino Dutra, ressalta a diversidade dos projetos, que além da área de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), apresentam serviços e soluções inovadoras em diferentes segmentos.

“Nosso foco de trabalho é incentivar a criação de novas empresas, assim como motivar desde as crianças até os universitários, justamente para desenvolver esse espírito inovador em Pato Branco e região Sudoeste. Temos um potencial muito grande, o que está sendo comprovado pelos projetos em diversas áreas apresentados pelos candidatos à incubação”, menciona Géri.

Os 18 projetos fazem parte do edital de incubação lançado em 2014 e serão submetidos à banca avaliadora durante o primeiro trimestre deste ano. Em seguida, os aprovados seguem para a etapa de pré-incubação. Géri adianta que, em breve, será lançado um novo edital, referente a 2015, que ofertará mais 30 vagas.

“Procuramos projetos inovadores, atendendo as mais diversas áreas. Podem participar estudantes de graduação, recém-formados, pessoas que já estão no mercado de trabalho, enfim, o público é amplo, feito de projetos audaciosos, que queiram ter o próprio empreendimento”, completa Géri.

Ideia a negócio

Junto com colegas de faculdade, Alexandre Angelo Zanatta está dando “vida” a um projeto iniciado ainda na graduação de Análise e Desenvolvimento de Sistemas: um aplicativo para modalidades esportivas, que ajudará a monitorar o desempenho de atletas e, assim, estabelecer a preparação física e o planejamento das equipes nas competições.

Ele considera fundamental a condição de aprimorar e estruturar o projeto, assim como a possibilidade de fazer parte da Incubadora Tecnológica Municipal e empreender no próprio negócio. “Temos a oportunidade de fazer algo melhor, deixar o nosso projeto mais profissional, com qualidade e mais suporte. Sem isso, o projeto não seria desenvolvido”, contou.

Empreender com qualificação

A capacitação nesta sexta-feira (13), individual e específica para cada projeto, foi uma parceria com o Sebrae/PR e contemplou o método “canvas”, reconhecido como uma ferramenta de inovação estratégica e empresarial. Nesta etapa, os candidatos planejaram as principais metas das futuras empresas, conteúdo que ajudará na elaboração e defesa do plano de negócios.

Os temas trabalhados na oficina, conforme destacou o consultor credenciado do Sebrae/PR, Francisco Dirceu Acordi, referiram-se ao desenvolvimento do produto, como recursos necessários, canais de distribuição, mídia, relacionamento com os clientes, investidores, parceiros, fornecedores, entre outros – um conjunto de informações que complementarão o plano de negócios, que mostrará a viabilidade dos projetos.

“Este é um método utilizado no mundo todo, principalmente com startups. Trabalhamos especificamente cada ideia de negócio, onde construímos, juntos, o canvas de cada projeto, fazendo uma análise conceitual para o planejamento do futuro empresário”, pontuou Francisco.

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários