Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Prefeitura mantém trabalho intensivo para prevenção da Dengue

 

A Prefeitura de Pato Branco mantêm ações constantes para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor dos vírus da Dengue, Zika e Chikungunya. A cada dois meses, 36.500 imóveis são vistoriados pela equipe da Vigilância em Saúde. Paralelamente, é organizado o sistema de mutirão de limpeza nos bairros integrando as secretarias de Saúde, Educação, Meio Ambiente, Assistência Social e Agricultura, onde foram recolhidas, aproximadamente, 9 mil toneladas de entulhos em 2015.

Como resultado, foram confirmados apenas 38 casos de Dengue em Pato Branco no ano passado, sendo que em 17 deles a transmissão ocorreu em outras cidades. A secretária de Saúde, Antonieta Chioquetta, alerta que para manter a cidade livre da doença, é preciso o apoio da população.

“O trabalho dos agentes de saúde permanece, inclusive aos sábados. Mas para que ele seja efetivo, precisamos que todos colaborem, principalmente, que as famílias recebam os agentes de endemias em suas residências e contribuam com as vistorias. Além disso, manter a casa limpa e evitar o acúmulo de água são atitudes fundamentais”, disse Antonieta.

O coordenador da Vigilância Ambiental de Pato Branco, Rodrigo Bertol, explica que além das residências, há uma equipe fixa que visita pontos de risco que precisam ser monitorados com mais frequência, como empresas, ferros-velhos, borracharias e cemitérios, que são vistoriados a cada 15 dias.

Rodrigo ressalta o planejamento de combate a endemias realizado em Pato Branco. “Quando pensamos em nível de Sudoeste, se compararmos o número de habitantes de Pato Branco, o número de casos de dengue registrados em 2015 manteve-se relativamente baixo, isso mostra que o nosso trabalho de prevenção intensivo está refletindo de forma positiva na saúde pública da população. Porém, o maior pico de infestação ocorre no período de janeiro a maio, o que nos faz manter o estado de alerta máximo para não ocorrer uma possível epidemia.”, comentou Rodrigo.

Recolhimento de entulhos

O secretário de Meio Ambiente, Nelson Bertani, ressalta que além da coleta de aproximadamente 9 mil toneladas de entulhos, a Prefeitura notificou proprietários de 922 terrenos, visando a limpeza dos mesmos. “Em todas as notificações não cumpridas emitimos a multa e, após fazermos a limpeza, cobramos o valor do proprietário”, explica Bertani.

Bertani ressalta a importância da atuação da população para evitar a proliferação do mosquito transmissor da Dengue e da Zika, mantendo casas e quintais livres de criadouros do mosquito. “Além disso, a população pode e deve denunciar quem deixa lixo em terrenos. Precisamos assumir nosso compromisso enquanto cidadãos e pensarmos em nossas famílias e amigos, que ficam expostos a doenças como essas, que podem ser combatidas com consciência cidadã”, conclui.

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários