Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Prefeitura e Governo do Estado promovem qualificação

Mais 129 pato-branquenses estão qualificados para ingressar no mercado de trabalho. Eles participaram do projeto Resgatando a Família, realizado pela Prefeitura e pela Secretaria de Estado do Trabalho e Desenvolvimento Social. A cerimônia de formatura ocorreu na última quinta-feira (30), na Câmara Municipal, reunindo o vice-prefeito Ivo Polo, assim como vereadores e familiares dos formandos.

Nesta etapa, a iniciativa ofertou gratuitamente cinco cursos profissionalizantes. Agora, os participantes estão qualificados em: noções de operação de caixa e reposição para supermercados; noções básicas para serviços de garçom; qualificação em serviços domésticos; formação de zeladoras; e auxiliar administrativo.

De acordo com a secretária municipal de Assistência Social, Anne Cristine Gomes da Silva, 92 participantes foram encaminhados ao mercado de trabalho. “O desenvolvimento dessas ações socioeducativas está interligado a várias políticas setoriais realizadas pela Administração Municipal. Para muitos, essa qualificação está propiciando o primeiro emprego, novas oportunidades e dando uma nova condição de vida, conforme preconiza o plano de governo do prefeito Zucchi”, ressaltou Anne.

A equipe técnica do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) realizou entrevistas e visitas domiciliares para identificar as demandas e potencialidades das famílias, trabalho que definiu a oferta dos cursos. Além disso, o Município ofertou transporte para os participantes. O projeto foi realizado com recursos do Fundo Estadual para a Infância e Adolescência (FIA-PR), atendendo preceitos do Programa Família Paranaense, do Governo do Estado.

O vice-prefeito de Pato Branco, Ivo Polo, evidenciou que a profissionalização estimula a autonomia e o desenvolvimento social. “Jovens e adultos estão tenho condições de buscar conhecimento e aprimorar suas competências para garantir melhores colocações no mercado de trabalho, que está cada vez mais exigente”, completou.

Primeiro emprego

Apesar de jovens, eles já reconhecem a importância da qualificação para ter um bom currículo, assim como um bom emprego. No caso de Eduardo Padilha, 14 anos, essa não foi a primeira vez que ele participou de cursos ofertados pela Secretaria Municipal de Assistência Social. Desta vez, ele foi capacitado em noções básicas para serviços de garçom e gostou do que aprendeu. “Ter cursos no currículo ajuda a conseguir um bom ofício. Nesses cursos, a gente pode interagir com as pessoas, fazemos novas amizades e os professores ajudam bastante”, avaliou.

Incentivado pela mãe, Erick Kauã Avilla de Souza, 12 anos, participou do curso de “noções de operação de caixa e reposição para supermercados”. Ele também destacou a importância da qualificação. “Esse foi o meu primeiro curso. Gostei dos professores, aprendi coisas novas como mexer em computador, o que antes eu não sabia”, contou.

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários