Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Prefeitura distribui doações da campanha do Agasalho e do Cobertor

Em Pato Branco, campanha arrecadou cerca de 50 mil peças de roupas, além de cobertores e calçados

 

Iniciou nesta segunda-feira (30), no bairro Alvorada, a entrega dos agasalhos arrecadados na Campanha do Agasalho e do Cobertor 2014. Cerca de 350 famílias dos bairros Gralha Azul, Alvorada, Santo Antônio e São Cristóvão foram atendidas. A campanha foi promovida pela Prefeitura de Pato Branco, através da Secretaria Municipal de Assistência Social, com apoio da União de Bairros.

A distribuição segue nos próximos dias, atendendo moradores de 21 bairros de Pato Branco. De acordo com a secretária municipal de Assistência Social, Maria Cristina Hamera, foram arrecadadas aproximadamente 50 mil peças de roupas. “Também recebemos cobertores, edredons, mantas, colchas e travesseiros, mas como são em menor número, serão entregues às famílias previamente cadastradas”, explicou Maria Cristina, lembrando que calçados também foram doados.

A secretária destaca a qualidade das peças arrecadadas e a colaboração da população. “No ano passado arrecadamos cerca de 24 mil peças, ultrapassamos e dobramos esse número em 2014. Foi um verdadeiro sucesso, os pato-branquenses se mostraram solidários mais uma vez, doando peças em ótimo estado, para que possamos aquecer o inverno de milhares de famílias”, enfatizou Maria Cristina.

O presidente da Associação de Moradores do bairro Alvorada, Valdir Esdrais, destaca a importância da iniciativa para as famílias beneficiadas. “Essas famílias necessitam dessa ajuda, são sofridas. Esses agasalhos vão ajudar muito o povo aqui dos bairros, essas roupas são bem-vindas”, enfatizou.

Cada família pode levar para casa trinta peças. Taila Kauana Monteiro de Souza, moradora do bairro Santo Antônio, escolheu agasalhos para a família inteira. “Essa ajuda vai vir numa boa hora. Todo mundo lá em casa está precisando”, disse.

Para Laides Vicente de Lima, 52 anos, moradora do bairro Alvorada, as doações vieram em boa hora. “Eu e meu marido precisamos de agasalho, estamos os dois doentes e se não fosse essa ajuda, ia ser difícil passar o inverno”, contou.

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários