Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Município repara danos de alagamento

As equipes do setor de Engenharia e Obras Públicas da Prefeitura de Pato Branco trabalharam desde o início da noite desta quarta-feira, dia 04, na limpeza de ruas, desobstrução de bueiros e consertos de danos causados pela chuva torrencial que caiu na cidade, onde em menos de 30 minutos houve a precipitação de mais de 60 milímetros.

Mesmo durante a tempestade, a Prefeitura manteve funcionários nas ruas centrais atingidas, recolhendo o lixo que trancava algumas bocas-de-lobo. Situação que foi potencializada por causa de sacolas de lixo e outros resíduos que deveriam estar acondicionados nos contêineres para o reciclável, ou em lixeiras no caso do orgânico.

Paralelamente aos serviços de limpeza e restauração, técnicos realizaram vistoria nesta quinta-feira dia 05, em mais de um quilômetro de galerias abaixo da cidade, onde não  foram constatadas obstruções, comprovando que o alagamento ocasional foi causado pelo volume de chuva no curto período.

O secretário municipal de Engenharia, Obras e Serviços Públicos de Pato Branco, Frederico Demário Pimpão, ressalta que Pato Branco vivenciou uma situação atípica, em que choveu de forma muito intensa, em um curto espaço de tempo. “Não há sistema de drenagem que comporte tal situação. Além disso, o Centro de Pato Branco possui tubulações com aproximadamente 40 anos, época em que havia muitas áreas para absorção de água, o que não ocorre mais nos dias de hoje, em virtude da expansão da cidade e do número de edificações. Hoje, para ampliarmos essas galerias, seria necessário mexer, inclusive, na estrutura de prédios”, explica.

Quem presenciou a situação de perto observou que, assim que a chuva cessou, o nível da água começou a baixar rapidamente. Segundo Pimpão, isso confirma que as galerias pluviais estão funcionando. “Em situações normais, esse tipo de problema não voltará a se repetir. Ocorre que, na tarde de quarta-feira, presenciamos um fenômeno climático considerado incomum para a cidade”, pondera.

A forte chuva também ocasionou estragos no Cemitério Municipal, onde partes de dois muros desabaram. A Prefeitura está executando a limpeza, em que a estrutura será refeita. “Já vínhamos trabalhando, antes mesmo do ocorrido, em intervenções para melhorar a drenagem do solo do local, o que não foi suficiente em virtude do grande volume de água”, frisa o secretário de Meio Ambiente, Nelson Bertani.

Prevenção

A Prefeitura trabalha na realização de mais duas grandes obras de prevenção de enchentes, que representarão mais de R$ 7,7 milhões em investimentos, para a canalização do Córrego Fundo, na região dos bairros Santa Terezinha e Baixada, e na construção de um reservatório no bairro Bonatto.

A canalização do Córrego Fundo está sendo licitada. A obra receberá investimentos estimados em R$ 1.342.228,26, sendo 1.234.850 do Governo Federal e R$ 107.378.26 do Município.

O projeto de construção do reservatório do bairro Bonatto está sendo adequado, conforme determinação do Ministério da Integração Nacional. A obra está orçada em R$ 6.360.441,03, sendo R$ 5.851.605,75 do Governo Federal e R$ 508.835,28 de contrapartida da Prefeitura. Além disso, está praticamente concluída a bacia de contenção no bairro Pinheirinho, que exigiu investimentos na ordem de R$ 7,5 milhões.

 

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários