Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Prefeitura mobiliza famílias sobre a importância do leite materno

De 01 a 07 de agosto, a Secretaria Municipal de Saúde de Pato Branco realizará diversas atividades em virtude da Semana Mundial do Aleitamento Materno. Todas as unidades de saúde promoverão ações alusivas, como confraternizações e concursos de fotografias, envolvendo mães, familiares e funcionários municipais.

O leite materno é fundamental para o desenvolvimento do bebê, principalmente durante os seis primeiros meses de vida. Justamente por isso, a Secretaria de Saúde, através do Programa Mãe Pato-branquense e das Equipes de Estratégia, Saúde da Família, mantém acompanhamento permanente às gestantes, em todas as unidades de saúde de Pato Branco, especialmente nos primeiros cinco dias após o nascimento da criança.

Conforme a coordenadora do Programa Estratégia Saúde da Família, Elaine Busike Dartora, cerca de 900 gestantes são atendidas pelo Município anualmente. “Todas as unidades de saúde possuem grupos de gestantes e realizam acompanhamento de pré-natal, onde as mães também são orientadas sobre o cuidado com o bebê, amamentação e afeto, porque além de uma forma de sobrevivência, o leite materno representa carinho e reforça o vinculo entre mãe e bebê”, salienta.

Mas, para as mães, amamentar nem sempre é algo fácil. Conforme Elaine, é preciso paciência e apoio, principalmente dos familiares, para que mãe e bebê vençam eventuais dificuldades desta fase. “Para muitas mães amamentar não é simples e, sem ajuda, elas podem desistir. Por isso, queremos envolver as famílias, porque a mãe precisa do apoio dos familiares e dos amigos neste momento”, pondera Elaine.

Mariana de Lima, 24 anos, ressalta a importância do leite materno para a saúde de Matheus Henrique, 10 meses, principalmente do acompanhamento às mães. “Amamentei a minha filha mais velha por apenas dois meses. Na época, eu não tinha as orientações que tenho agora, com o Mãe Pato-branquense. Estou amamentando o Matheus há 10 meses e percebo que é mais difícil ele ficar doente. Não tem explicação, só quem amamenta para saber”, conta.

Amamentar a pequena Helena, de 10 dias de vida, tem um significado especial para Joziane Noal, 31 anos. “Meu primeiro filho nasceu prematuro e não consegui amamentá-lo no seio. Ele tinha muitas cólicas e, agora, com a Helena, está sendo diferente, bem melhor. Estou tendo a oportunidade de ter essa experiência e vejo que é algo único, entre mãe e filho. É emocionante, sem falar na saúde da criança”, destaca.

Concurso

Dentro da programação, cada unidade de saúde fará um Chá do Bebê, em datas alternadas. Além da confraternização, mães, filhos e familiares poderão participar do concurso fotográfico “Eu adoro o leite da mamãe” – as fotos serão tiradas durante o evento. Outro concurso fotográfico envolverá os profissionais da Secretaria de Saúde, com fotos que retratem o apoio ao aleitamento materno.

As famílias participantes concorrerão a prêmios como berço, poltrona de amamentação, cômoda e book fotográfico. Já o servidor vencedor, ganhará uma viagem com acompanhante. “Agradecemos o apoio do comércio e da comunidade, que compreendeu e apoiou a iniciativa”, completa Elaine.

 

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários