Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Município desenvolve projeto de qualificação para mulheres

As inscrições para as oficinas seguem até 30 de julho

 

A Prefeitura de Pato Branco lançou nesta quinta-feira, dia 23, o Projeto Ser Mulher, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Assistência Social e que oferta 300 vagas para cursos gratuitos voltados à qualificação profissional, orientações de saúde, cuidados pessoais e autoestima de moradoras dos bairros de Pato Branco.

A secretária municipal de Assistência Social, Anne Cristine Gomes da Silva, enfatizou que o projeto contempla o planejamento pela valorização das mulheres e desenvolvimento social das famílias. “Com o Ser Mulher, atendemos mais uma importante meta de governo do prefeito Zucchi, em um trabalho que garante condições de igualdade às participantes”, ponderou.

A iniciativa, conforme a secretária, visa incentivar o protagonismo das mulheres em suas comunidades, assim como em suas famílias. “Esse projeto vem fortalecer as questões sociais das famílias de Pato Branco, pois as mulheres querem ter sua autonomia econômica, condições para desenvolver suas aptidões, sem deixar de lado a feminilidade. Também querem estar conectadas com o mundo, através da informática. O Ser Mulher oferece tudo isso e, ainda, possibilita a complementação da renda familiar”, frisou.

O projeto oferece gratuitamente oficinas de costura, artesanato (com reciclagem), ginástica, dança, informática, confecção de sabão, crochê e tricô. As participantes também terão palestras educativas e sobre cuidados básicos de beleza.

Para o vice-prefeito de Pato Branco, Ivo Polo, a iniciativa incentiva o empreendedorismo das mulheres. “Elas também podem aplicar o que aprenderão em seus lares. Isso é muito importante, pois reflete no bem-estar de toda a família. Vale destacar também a integração entre as secretarias municipais, pela realização de projetos como este, que atendem demandas reais da sociedade”, completou.

O Projeto Ser Mulher conta com o apoio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação e da Secretaria de Esporte, Lazer, Juventude e Idoso. O lançamento, ocorrido na Secretaria de Assistência Social, contou com a presença de secretários municipais, vereadores, instrutores e de cerca de 100 mulheres inscritas nas oficinas.

Expectativa

Para a dona de casa Dilei Maciel, 40 anos, que já garante uma renda extra com a confecção de peças de crochê, o curso de costura será a oportunidade para aprender um novo ofício e ajudar ainda mais a família. “A ideia é aprender para poder fazer em casa. Agora tive essa oportunidade e estou ansiosa para saber como é que faz”, contou.

Alexandra Brun Alves, 21 anos, sempre teve curiosidade de aprender a costurar e justificou: “Acho interessante e bonito costurar. Quero aprender a fazer roupa para a minha filha. Minha irmã também fará o curso”, disse.

Vagas

Ainda há vagas disponíveis, em que as inscrições seguem até 30 de julho, na Secretaria de Assistência Social, CRAS do bairro São João, CRAS do bairro Sudoeste, Centro de Musicalização do bairro Alvorada e no ginásio de esportes da comunidade de São Roque do Chopim. O Município também oferece transporte às participantes. Mais informações pelo (46) 3902 – 1248.

 

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários