Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Prefeitura cadastra crianças de 4 e 5 anos para ingresso na Rede Municipal

A Prefeitura de Pato Branco está cadastrando crianças nascidas entre 01 de janeiro de 2011 e 31 de março de 2012, cujos pais tenham interesse de matriculá-las na Rede Municipal de Educação. O objetivo é mapear as crianças dentro dessa faixa etária, atendendo a preconização do Ministério da Educação que determina que crianças com idades entre 4 e 5 anos estejam inseridas na Educação Infantil até 2016.

O cadastro on-line segue até 3 de novembro e pode ser feito no endereço www.patobranco.pr.gov.br/cadastramentoescolar. A secretária municipal de Educação e Cultura, Heloí Aparecida De Carli, ressalta que o cadastramento é para as crianças que ainda não estão inseridas na Rede Municipal, logo as que já estão matriculadas não precisam participar. “O procedimento será todo on-line, rápido e fácil. Basta acessar o link, ler o edital e preencher os dados da criança, assim como da família”, pontua.

Heloí explica que o cadastro não tem validade de matrícula ou reserva de vagas. “Contudo, é muito importante que os pais cadastrem seus filhos, pois através desses dados teremos números mais precisos sobre as crianças que atendem essa demanda, para podermos organizar a distribuição das vagas”, diz.

A secretária lembra ainda que o Município se prepara desde 2013 e, por isso, viabilizou a construção de três novos Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs), em execução nos bairros São Francisco, Parque do Som e São Cristóvão. De acordo com ela, com essas unidades, cerca de 550 novas vagas serão criadas na Educação Infantil pública de Pato Branco.

“Atendemos o plano de governo do prefeito Zucchi, com a construção de CMEIs em bairros como Parque do Som e São Francisco, que não possuem educandários. Ainda garantimos infraestrutura de qualidade ao bairro São Cristóvão, que possui uma creche antiga e que hoje é insuficiente para atender a demanda de alunos e professores, assim como das famílias da região”, ressaltou Heloí.

 

 

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários