Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Zucchi assina ordem de serviço para construção da Unidade de Controle de Zoonoses

Três novas obras ligadas à saúde pública e sanidade animal foram autorizadas, totalizando investimentos de mais de R$ 1,2 milhão: Unidade de Controle de Zoonoses, Unidade de Isolamento de Animais e reforma da sede da Vigilância Sanitária

 

Nesta terça-feira, dia 20, o prefeito de Pato Branco, Augustinho Zucchi, assinou as ordens de serviço para execução de três novas obras, ligadas às áreas da saúde pública e sanidade animal: Unidade de Controle de Zoonoses, Unidade de Isolamento de Animais e reforma da sede da Vigilância Sanitária. No total, para execução das três obras, serão investidos mais de R$ 1.200.000,00, entre recursos do Município e do Governo do Estado.

A Unidade de Controle de Zoonoses será edificada na Rua Xavantes, Centro de Pato Branco, e contará com 831,55m². Para execução da obra, serão investidos R$ 864.568,77, por meio de convênio entre a Prefeitura e o Governo do Estado. A unidade será construída em terreno da Prefeitura, situado ao lado da sede da Vigilância Sanitária, avaliado no valor de R$ 320.000,00.

O prefeito de Pato Branco, Augustinho Zucchi, destaca que a estruturação, por meio da construção e operação da Unidade de Controle de Zoonoses, soma-se ao trabalho que já vem sendo realizado no município. “Hoje, temos um planejamento voltado a animais abandonados, por meio da castração, da adoção responsável e da conscientização. Isso já deu resultado, mas precisamos avançar cada vez mais. As famílias têm animais de estimação, nas suas casas e, infelizmente, outros são abandonados nas ruas. Por isso, precisamos priorizar a saúde pública, pois animais na rua são disseminadores de zoonoses e de doenças que implicam na saúde do ser humano”, avalia Zucchi.

Atuação do Centro de Zoonoses

O médico veterinário da Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde, Wilson Braun, explica que a estruturação, por meio da construção da Unidade de Controle de Zoonoses, possui importância preventiva e de promoção à saúde, pois oportunizará um melhor atendimento aos animais, bem como à população, tendo em vista que a sanidade animal reflete diretamente nas condições de saúde pública.

“Exames e atendimentos técnicos poderão ser ampliados, em que poderemos aprimorar nossas ações de combate às endemias, de controle da leishmaniose visceral e da raiva, onde poderemos realizar novos serviços e exames. Assim, futuramente, não precisaremos enviar materiais para Curitiba, fazendo uma pré-análise em Pato Branco”, comenta.

Segundo Braun, além da análise por meio de exames, na Unidade de Controle de Zoonoses, também poderão ser feitas necrópsias e análises mais completas para avaliar as causas de óbito de animais. Além disso, animais que estiverem em quarentena, também poderão ficar no local enquanto estão sendo acompanhados pelos profissionais.

“Em casos de óbitos, por exemplo, na Unidade de Controle de Zoonoses teremos um ambiente preparado e devidamente equipado para realização da necropsia, em que teremos resultados mais precisos referentes às causas dessas mortes, por meio da obtenção de amostras e análises que serão realizadas em condições mais adequadas, pois disponibilizaremos de uma infraestrutura que tem tudo para ser uma referência”, avalia Braun.

Unidade de Isolamento de Animais

O secretário municipal de Meio Ambiental, Nelson Bertani, explica que a Unidade de Isolamento de Animais – estrutura com 83,13 m2 e que será construída no Aterro Sanitário, com investimento de R$ 143.001,80, por meio de convênio entre a Prefeitura e o Governo do Estado – complementará as ações da Unidade de Controle de Zoonoses.

“Na Unidade de Isolamento ficarão os animais recolhidos da rua e que possuam alguma enfermidade. Enquanto eles estiverem na Unidade, serão tratados e observados, para averiguarmos o que será feito com eles”, explica Bertani.

Mensalmente, em Pato Branco, são realizadas feiras de adoção de cães e gatos. O projeto iniciou em 2014 e, desde então, oportunizou a adoção de mais de mil animais em Pato Branco. Após adotados, eles são castrados e chipados, gratuitamente, pelo Programa Municipal de Controle Populacional de Animais de Rua. O Programa de castração e chipagem, que também iniciou em 2014, atendeu cerca de 2 mil cães e gatos com o procedimento cirúrgico.

Reforma da Vigilância Sanitária

Na reforma da Vigilância Sanitária, estão sendo investidos R$ 197.078,61. As intervenções compreenderão 782,10m², contemplando a substituição de portas, de divisórias, do telhamento, calhas, entre outras melhorias necessárias.

 

 

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários