Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Pato-branquenses podem negociar dívidas a partir de segunda-feira, dia 06

Refis Municipal 2014 possibilita que pessoas físicas ou jurídicas saiam da inadimplência

 

Em Pato Branco, os contribuintes que possuem pendências tributárias com o Município podem negociar seus débitos pelo Programa de Recuperação Fiscal – Refis Municipal 2014, no período de 06 de outubro a 06 de novembro. As negociações devem ser realizadas no Setor de Tributação, no andar térreo da Prefeitura, de segunda a sexta-feira, das 08h às 12h e das 13h30 às 17h30.

Os valores poderão ser pagos à vista ou parcelados integralmente. A redução dos valores correspondentes a juros e multas poderá chegar a 100% (pagamento do débito à vista), 70% (em até seis parcelas) e 40% (de seis a doze parcelas). O valor da parcela não poderá ser inferior a 01 (uma) Unidade Fiscal Municipal – UFM, ou seja, R$ 29,65.

O secretário de Administração e Finanças, Vanderlei José Crestani, aponta que em 2013, o Refis possibilitou que 2.059 pato-branquenses ficassem em dia com seus tributos. Com isso, foi efetuado o pagamento, até o momento, de R$ 1.836.008,10.

“Queremos que as pessoas aproveitem essa oportunidade e regularizem a sua situação, saindo da inadimplência pela falta de pagamento de tributos como o IPTU, ISSQN, taxas, multas e autos de infração. Lembramos que embora haja o desconto de juros e multas, os contribuintes que aderirem ao Refis pagarão a correção monetária”, esclarece Crestani.

O secretário orienta, ainda, que os contribuintes aproveitem o prazo e não deixem para fazer a negociação nos últimos dias, evitando assim eventuais filas.

Com o Refis Municipal, os contribuintes (pessoas físicas ou jurídicas) poderão regularizar créditos tributários municipais gerados até 31 de dezembro de 2013. O contribuinte deve apresentar, no Setor de Tributação, CPF, RG e comprovante de residência. Mais informações podem ser obtidas pelo 3220 – 1526.

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários