Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Pato-branquenses aprendem Esperanto em curso gratuito

Nesta semana, começou o curso de Esperanto ofertado gratuitamente pela Prefeitura de Pato Branco e pela Atlas Eletrodomésticos. A iniciativa busca perpetuar o idioma difundido em centenas de países, que tem como característica a integração entre diferentes povos e culturas. Durante seis meses, a turma formada por dezessete alunos, de diversas faixas etárias, estará preparada para utilizar o idioma sem dificuldades.

Segundo o presidente da Atlas Eletrodomésticos, Cláudio Petrycoski, o Esperanto existe há mais de 125 anos, possui mais de dois milhões de praticantes e está presente em 115 países. “Ao contrário de idiomas dominantes, o Esperanto minimiza o imperialismo cultural e chegou a ser incluído como uma das línguas oficiais aceitas pela União Européia para fins de aprendizagem, ensino e avaliação. Quem fala em Esperanto têm acesso a lugares e pode participar de grupos internacionais de esperantistas”, reforça.

Pato Branco é referência na difusão do idioma, o que ganha ainda mais força neste novo projeto. “Com o Esperanto, é possível conversar com pessoas do mundo inteiro sem defender uma bandeira, um credo ou qualquer preceito. O idioma simboliza igualdade entre as nações, bem como a paz, por isso não podemos deixar de incentivá-lo”, destaca a diretora do Departamento de Cultura, Eliane Gauze.

As aulas são ministradas pela professora Ingried Muller, nas segundas e quartas-feiras, às 19h, na Biblioteca Municipal Professora Helena Braun. Já está previsto um segundo módulo da iniciativa voltado para a área literária, conforme adianta Eliane. “Hoje, a literatura do mundo todo é traduzida para o Esperanto, precisamos acompanhar essa tendência”, completa.

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários