Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Município intensifica ações de combate à Dengue

A Prefeitura de Pato Branco está intensificando as ações da Vigilância em Saúde pela prevenção e combate à Dengue, dando sequência às visitas domiciliares e vistorias em estabelecimentos comerciais. As primeiras visitas de 2015 já aconteceram, atendendo o bairro São Francisco e a região do trevo da Guarani. No momento, as ações acontecem no Fraron, seguindo para os demais bairros da cidade.

A principal orientação do médico veterinário, responsável pelo programa de Combate as Endemias da Vigilância em Saúde da Prefeitura de Pato Branco, Rodrigo Bertol, é eliminar pontos que acumulam água parada. O alerta vai, ainda, para a necessidade de cuidado redobrado com calhas, vasos de flores e entulhos diversos. Quem armazena água para usar na irrigação ou serviços domésticos também deve ficar atento, pois a atitude é sustentável, sim, desde que não se torne foco para proliferação do aedes aegypti, mosquito transmissor da Dengue.

“O que muita gente não sabe é que o ovo desse mosquito pode ficar até dois anos preso em uma calha, se viabilizando em períodos de chuva e calor. Por isso, quem identificar o inseto ou sua larva, deve tomar a iniciativa de eliminar o criadouro e se necessário acionar a Vigilância em Saúde, para que possamos eliminar o foco o mais rápido possível”, orienta Rodrigo.

Paralelamente, as equipes realizam o levantamento de índice, etapa que inicia na próxima segunda-feira (12) e que deve ocorrer a cada dois meses. No período de sete dias, a Vigilância em Saúde precisa vistoriar 10% dos domicílios da cidade, identificando a situação do Município e definindo estratégias para que o vírus da Dengue não se desenvolva. “Esse levantamento serve para monitorar o nível de infestação do vetor e os locais da cidade com maior incidência”, explica o médico veterinário.

Chuva e calor

Chove torrencialmente, em seguida faz sol, tudo no mesmo dia. Com o verão, além do calor e da variação do tempo, aumentam as condições propícias para proliferação de animais peçonhentos e insetos, sobretudo do aedes aegypti. Embora o período mais crítico culmine entre os meses de fevereiro e março, visitas constantes atendem os quase 35 mil domicílios de Pato Branco a cada dois meses.

A secretária municipal de Saúde, Antonieta Chioquetta, ressalta que o trabalho não para e conta com apoio da população, na limpeza dos terrenos e eliminação da água parada. Ela pontua, ainda, que as vistorias dos agentes da Vigilância em Saúde não referem-se apenas à Dengue, são mais amplas, pois os profissionais são aptos a verificar diversas doenças endêmicas, além de atuarem de forma integrada com as Equipes de Estratégia Saúde da Família.

“Por isso, é fundamental que as famílias recebam os agentes, facilitando a vistoria, pois esse trabalho preventivo reflete diretamente na saúde pública do Município. Manter a Dengue distante de Pato Branco é uma meta da Administração Municipal e contamos com o auxilio da comunidade”, enfatiza Antonieta.

Trabalho integrado

O combate à Dengue ocorre de forma integrada entre a Secretaria de Saúde, Secretaria de Meio Ambiente, Secretaria de Agricultura e Secretaria de Educação e Cultura, pois além do monitoramento dos domicílios, realizado pela Vigilância em Saúde, ações de educação ambiental e mutirões de limpeza nos bairros completam o trabalho preventivo. Em 2014, foram recolhidas 2,2 toneladas de entulhos nos bairros, ação que continuará neste ano.

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários