Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Município ensina percussão a crianças e adolescentes em projeto social

O Município de Pato Branco, através da Secretaria de Assistência Social, desenvolve o projeto Batucação, em que cerca de 80 crianças e adolescentes, com idades entre 7 e 17 anos, estão aprendendo a tocar instrumentos de percussão em encontros semanais realizados no Centro Regional de Eventos. As aulas são animadas pelo ritmo forte de tambores, pratos, caixas, triângulos, entre outros.  O grupo, que também se apresenta em eventos, recentemente recebeu novos instrumentos e uniformes, o que aumentou ainda mais a motivação dos participantes.

De acordo com a secretária municipal de Assistência Social, Anne Cristine Gomes da Silva, o projeto é uma forma de integração. “Investir nos equipamentos e novos uniformes foi uma maneira de valorizar essas crianças e jovens que se dedicam ao projeto”, explica a secretária, informando que foram destinados mais de R$ 43 mil em recursos do Governo Federal na aquisição dos materiais.

Além de igualdade, os uniformes demonstram a identidade do grupo, conforme ressalta o coordenador do projeto, o professor Cleverson André Webber Constantino. “Os uniformes contribuem na efetivação dos três eixos desenvolvidos pelo projeto, que é a inclusão, o pertencimento e o protagonismo do sujeito social. Eles passam a ser reconhecidos no meio, desenvolvem a identidade e, acima de tudo, a autoestima”, ressalta.

Juciane Miranda, 14 anos, conheceu o projeto através do irmão, que já participava. “Eu adorei aprender a tocar um instrumento, fazer novas amizades e, principalmente, realizar as apresentações, é tudo muito divertido”, conta.

No caso de Julya Dubena, 11 anos, ela conheceu o projeto através de uma apresentação que o grupo realizou na escola onde estuda. “Eu assisti, gostei e quis participar. É muito bom e, agora, com os novos equipamentos e uniformes, ficou muito melhor e mais bonito”, disse Julya.

Com os investimentos, foram adquiridos diversos instrumentos, como: agogô, caixa malacacheta, chocalho, cuíca, repinique, surdo, tamborim, talabartes, além de equipamentos como as baquetas, peles para os instrumentos, entre outros.

O projeto é ofertado para crianças e jovens cujas famílias estão inseridas no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico). Os interessados em fazer parte do grupo podem ir até a Secretaria de Assistencial Social, ou obter mais informações pelo 3225-5544.

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários