Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Laboratórios Tecnológicos para inclusão digital serão inaugurados em Pato Branco

O Instituto Campus Party (ICP), o Instituto Regional de Desenvolvimento Econômico e Social (IRDES), a Fogões Petrycoski, o SEBRAE, o Instituto Nova Ágora de Cidadania (INAC), ligado ao Ministério de Ciência e Tecnologia, e a Prefeitura de Pato Branco anunciam a inauguração de dois Laboratórios Tecnológicos de Acesso Público, Include.

O lançamento oficial dos espaços ocorrerá no dia 8 de agosto, às 9h, na Casa da Indústria em Pato Branco (PR). Na oportunidade também, o Presidente do Instituto Campus Party, Francesco Farruggia, palestrará sobre como a tecnologia irá impactar o mercado de trabalho e o papel do Include nesse contexto.

Os Laboratórios visam, por meio de inovações tecnológicas e qualificação para o mercado de trabalho, promover transformação social de jovens que, de outra forma não teriam a oportunidade de acesso a conhecimentos tecnológicos diferenciados, assim como prepara-los para o empreendedorismo e ingresso ao mercado de trabalho. Em um primeiro momento, os laboratórios irão atender cerca de 100 jovens, entre 8 e 18 anos, moradores dos bairros Alvorada e Planalto.

“A implantação, em Pato Branco, dos Laboratórios do Include representa a consolidação do que se pretende em termos de aproximar, colocar em prática, estreitar os conceitos de tecnologia e inovação junto à população. Por meio dessas unidades, estruturadas com equipamentos, metodologia própria e professores especializados, entre eles, jovens dos próprios bairros que estão sendo capacitados, as pessoas poderão vivenciar, dentro do seu ambiente, do seu bairro que a tecnologia e seus componentes são instrumentos vivos para fomentar novas oportunidades”, explica o prefeito de Pato Branco, Augustinho Zucchi.

Nos próximos cinco meses, os jovens serão capacitados pelos cursos básico e opcional, com metodologia da Tron, baseada na robótica educativa.  Os conteúdos do primeiro módulo abrangem desde programação; eletrônica básica; mecânica; ferramentas; robótica educacional, maker e aplicada; até conhecimento em drones. Já o segundo módulo oferece modelagem 3D; impressão 3D; e noções básicas de aplicativo.

Nos dois espaços, a Internet será liberada pela Ampernet. “Queremos desmistificar a tecnologia mostrando que ela é acessível e próxima, bastando vontade, estudos e criatividade inovadora, criando perspectivas para um novo futuro aos jovens participantes”, complementa o coordenador de instrutória dos laboratórios em Pato Branco, Alexandre de Souza, conhecido nacionalmente pelo Case Monstro.

Os laboratórios de Pato Branco também serão os primeiros a receber oficinas de Empreendedorismo Criativo no formato Hands On, com foco em desenvolvimento de projetos. Essas oficinas serão ministradas pelo Sebrae e futuramente serão replicadas nos demais laboratórios Include de todo o país, aproximando os alunos do universo empreendedor e gerando novas oportunidades.

Para o presidente do IRDES, Cláudio Petrycoski, a iniciativa tem muita importância, principalmente por dar a oportunidade a jovens que, de outra forma estariam fora ou em condições de menor competitividade no mercado de trabalho. “Através do IRDES e da Fogões Petrycoski acreditamos e investimentos nesta louvável proposta da Campus Party pelas possibilidades transformadoras que representa”.

“Ter os primeiros dois laboratórios do Estado do Paraná em Pato Branco é importante para o projeto que pretende chegar a todos os estados brasileiros. E essa iniciativa só é possível com o apoio de empresários como, Cláudio Petrycoski, que nos ajudam a levar tecnologia de ponta a crianças de comunidades carentes”, complementa Francesco Farruggia.

O gerente regional do Sebrae, César Giovani Colini, complementa que o Sebrae no sudoeste sempre apostou a inovação como elemento de transformação regional, especialmente a digital que é muito forte no mundo. “É algo que tem aderência ao Projeto Include”, comenta explicando que os jovens participantes poderão ter condições de alcançar novas possibilidades empreendedoras.

Sidiane Zanin, embaixadora Include, diz que está mobilizada a colaborar por entender a importância transformadora que o Projeto Include pode gerar. “Estamos certos que cada um colaborando um pouco pode gerar um ambiente transformador”.

Sobre o Include

Projeto do Instituto Campus Party (ICP), o Include consiste na criação e montagem de laboratórios de robótica para aproximar jovens (menores de 18 anos) moradores de comunidades carentes da tecnologia. O objetivo é identificar talentos dentro de comunidades menos favorecidas do país, criar vias para que possam estudar em escolas especiais, encaminhá-los ao mercado de trabalho para que saiam com emprego após a participação no programa e, mais do que isso, prepara-los para que consigam levar soluções para a própria comunidade usando a tecnologia, sem depender da ajuda externa. O Include nasceu na primeira edição da Campus Party Bahia em outubro do ano passado (2017) e teve sua primeira unidade inaugurada em Canudos. Ainda esse ano, serão inaugurados mais 100 laboratórios em 11 estados brasileiros.

Fonte: Assessoria de Comunicação Instituto Campus Party – Virta Comunicação Corporativa.

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários