Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Prefeitura retoma construção da bacia de contenção do Bairro Bonato

Nesta segunda-feira, dia 03, a Prefeitura de Pato Branco iniciou a execução da bacia de contenção do Bairro Bonato, conforme anunciado pelo prefeito Augustinho Zucchi na última sexta-feira, dia 30. A retomada da obra, com a equipe da Prefeitura, tem execução prevista de seis a oito meses.

O Município investirá, em recursos próprios, o valor estimado de R$ 5 milhões para executar a obra. Serão licitadas apenas as etapas que não poderão ser executadas pelas equipes do Município, como a execução da parte de concreto armado e da estruturação em ferro, que irá na barragem.

Além da retomada da obra, o Município pagará o valor de R$ 1.412.000,00 à empresa que havia vencido o processo licitatório e iniciado a obra, em 2016. Além disso, será necessário o investimento estimado de R$ 3,5 milhões para conclusão da obra.

A construção da Bacia de Contenção do Bairro Bonato iniciou em 2016 e teve o convênio interrompido pelo Ministério da Integração Nacional, em virtude da transição presidencial do Governo Federal, ocorrida no mesmo ano. Desde então, o Município estava tentando retomar o convênio com o Governo Federal que, em 2016, estava orçado em R$ 6.349.980,79 (recursos provenientes do Governo Federal) – valor que seria utilizado para construir o reservatório de cheias (bacia de contenção) e canalizar o Rio Ligeiro no Bairro Bonato.  Paralelamente, há na Câmara de Vereadores, projeto de Lei a ser votado para permuta da área com os proprietários do imóvel.

Conservação do solo

O secretário municipal de Agricultura, Clodomir Ascari, reuniu-se na tarde desta segunda-feira, dia 03, com os fiscais da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar), Pedro Castro Tondo e Ramão Honório Serpa Marques e com o fiscal do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea), Gilmar Ritter e com o gerente regional do Crea Pato Branco, Diogo Colella.

Na ocasião, ficou estabelecido que a equipe do Município de Pato Branco será a responsável por fazer o levantamento das propriedades do entorno, bem como, identificar os locais que possuam irregularidades quanto à conservação do solo. Esse levantamento será encaminhado à Adapar.

Com isso, os fiscais da Adapar irão fiscalizar as propriedades com relação a falta de conservação do solo, contenções, entre outros. Paralelamente, os responsáveis do Crea, verificarão se há profissionais responsáveis técnicos pelas obras nas propriedades e se houve irregularidades, bem como se há a necessidade de adequações.

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários