Notícias

Pato Branco, PR °min °max

Biblioteca do CEU das Artes e do Esporte recebe nome de Joana Pagliosa Corona

Inauguração aconteceu na quinta-feira (27), integrando a programação da 1ª JoArte

 

Na noite da última quinta-feira (27), o Município de Pato Branco, juntamente com a Família Corona e com apoio do Sesc Pato Branco, inauguraram a Biblioteca Municipal Joana Pagliosa Corona, que leva o nome da poetisa e artista plástica pato-branquense. O espaço, situado no CEU das Artes e do Esporte, conta com acervo formado por aproximadamente 3.500 livros, de variados gêneros literários, incluindo livros em braille e audiolivros. Além disso, quem frequentar a biblioteca poderá utilizar toda a infraestrutura do CEU, inclusive o laboratório de informática.

A inauguração da biblioteca fez parte da 1ª JoArte – programação realizada de 24 a 29 de outubro e que reuniu oficinas de poesia, contação de histórias, artes visuais, grafitti, break, shows musicais e desenhos. A programação foi organizada pela família Corona, como forma de reunir a comunidade e estimular diferentes manifestações artísticas – uma forma de homenagear a trajetória de Joana.

“Ficamos muito felizes com a homenagem, pois Joana fez sua arte no mundo da escrita literária e das artes plásticas, onde o livro e a palavra foram sua matéria prima. Essa semana de atividades foi possível graças ao envolvimento de amigos, só temos a agradecer a todos”, disse Hieda Pagliosa Corona, mãe de Joana.

O prefeito de Pato Branco, Augustinho Zucchi, evidenciou a realização da programação e participação da comunidade no CEU das Artes e do Esporte. “Aqui, os jovens e a comunidade que residem na região Sul têm uma participação enorme. Essa certamente é uma homenagem emblemática e singular, pela trajetória de Joana, mas também porque quem frequentar a biblioteca poderá encontrar um livro ou uma poesia dela, permitindo que as pessoas a conheçam e lembrem de Joana”, ressaltou Zucchi.

A homenagem foi proposta pelo vereador Enio Ruaro, autor da Lei Nº 4.766, de 29 de março de 2016, que denomina a biblioteca do CEU das Artes e do Esporte com o nome de Joana Pagliosa Corona.

Joana Pagliosa Corona

Joana nasceu em 30 de outubro de 1982, em Pato Branco. Era doutoranda em Teoria Literária na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e mestre em Estudos Literários pela Universidade Federal do Paraná (UFPR).

De junho de 2011 a dezembro de 2013, coordenou, com a artista Eliana Borges, o espaço de arte tardanza, onde produziu no ateliê, fez curadorias de exposições, proposição/organização de projetos artísticos e literários, encontros e conversas.

Foi artista do programa Bolsa Produção para Artes Visuais 4, da Fundação Cultural de Curitiba, com exposição individual – VERSO em 2010.  Foi editora da Revista bólide, de arte e literatura, com Ricardo Corona e Eliana Borges (Editora Medusa).

Fez uma exposição individual – RASTRO – no MUMa, em Curitiba, em 2013. Realizou a exposição “Per il letto del filme (ciò che sfugge da me), na MuGa – Multimedia Media Gallery, em Roma – Itália, em 2014.

Além disso, Joana participou em 11 exposições coletivas. Publicou, entre outras, seu livro de poesia Crostácea, em 2011.

Joana faleceu em 2014, aos 31 anos, vítima de uma parada cardíaca.