Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Famílias visitam a Casa do Coelho da Páscoa em Pato Branco

No primeiro fim de semana, Páscoa Feliz reuniu cerca de dez mil visitantes

Cerca de dez mil visitantes de Pato Branco e região Sudoeste conheceram a Casa do Coelho da Páscoa no primeiro final de semana da Páscoa Feliz em Pato Branco, projeto realizado pela Prefeitura e iniciado na última sexta-feira, 11 de abril. A nova alternativa de lazer e turismo convida as famílias a conhecer o cotidiano alegre do coelhinho, bem como relembrar o sentido cristão da Páscoa.

O prefeito Augustinho Zucchi destacou o envolvimento das famílias, que estão tendo a oportunidade de conhecer o trabalho local. “Além de oferecermos esse novo momento de lazer e confraternização às famílias, estamos mostrando o talento e a criatividade dos pato-branquenses, que mais uma vez estão conseguindo emocionar e encantar os visitantes”, salientou Zucchi.

O casal Valdelírio e Maria do Carmo Nascimento, que residem em Pato Branco há 18 anos, aprovaram a iniciativa da Prefeitura. Eles reservaram a tarde de domingo para levar a neta Maria Eduarda para conhecer a Casa do Coelho da Páscoa. “Gostei muito, é uma coisa diferente. Está tudo muito bonito, só se vê os sorrisos das crianças, que estão se encontrando com o coelhinho da Páscoa e tendo a oportunidade de conhecer os bichinhos verdadeiros. Achei fantástico!”, disse Maria do Carmo.

Valdelírio ficou surpreso ao saber que boa parte dos materiais utilizados na decoração da Casa do Coelho da Páscoa são reciclados, muitos reaproveitados do Natal. “Não dá para perceber, está muito bonito, houve bastante criatividade. Achei muito interessante, para as crianças e também para os adultos, pois muitos não viram algo semelhante”, frisou.

Para a neta Maria Eduarda Bosco, 6 anos, o passeio apresentou um animal visto, até então, só pela televisão. “Nunca na minha vida eu tinha visto um coelhinho de verdade. Achei bonitinho, porque tem de várias cores. Eu imaginava que era só marrom, porque sempre pintei os coelhos na escola dessa cor. Eles são bem peludinhos, né?”, detalhou.

Quem também nunca tinha visto um “coelho de verdade” foi Luis Otávio Pilatti, 7 anos. “Gostei muito dos coelhos, nunca tinha visto um de perto. Achei bonito. Gostei muito da casa do coelhinho, achei colorida e alegre. Já visitei duas vezes e vou vir de novo”, contou.

Raquel Pilatti, mãe de Luis Otávio, acredita que o espaço conseguiu unir as famílias. “É bom que as pessoas venham prestigiar, porque vemos aqui o encontro das famílias, a união, mostrando que a Páscoa não é só troca de presentes, é essa comunhão”, pontuou. Ela também comentou a importância em apresentar os coelhos vivos às crianças. “As crianças estão tendo a noção de como são os bichinhos, pois é tanta tecnologia que hoje eles não têm esse contato”, destacou.

Roseli Corrêa levou os dois filhos, Isadora e Vitor, para conhecer a Casa do Coelho da Páscoa e também se encantou com o que viu. “Achei maravilhoso, tudo bem planejado, um espetáculo. Foi uma iniciativa muito boa mesmo, pois até então não tínhamos essa comemoração na cidade. É algo que resgata o sentido da Páscoa, a gente vive a Semana da Páscoa de verdade”, ponderou.

Isadora Corrêa, 11 anos, conta o que mais gostou na casa temática. “Gostei dos coelhinhos, da fábrica de chocolates, achei tudo bonito, bem legal. Não tem como explicar”, frisou. Questionado quantas vezes ainda vai visitar a casa do coelho, Vitor Gabriel Corrêa, 5 anos, não pensou duas vezes ao responder: “Ainda vou visitar bastante”.

Visitação

A Casa do Coelho da Páscoa está aberta para visitação até 20 de abril, das 09h às 12h, das 14h às 18h e das 19h às 22h – a casa será fechada apenas na Sexta-Feira Santa, dia 18. No local, acontece a comercialização de chocolates pelo SOS Vida – Missão Vida Nova e pelo Grupo Gama – toda a renda é destinada às entidades. Ao chegar no cenário montado ao lado da Igreja Matriz São Pedro Apóstolo, os visitantes são conduzidos pelo “caminho das oliveiras”, uma alusão ao Monte das Oliveiras.

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários