Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Escola Municipal de Artes homenageou Chacrinha em espetáculo

Marcando o encerramento das atividades realizadas em 2015, espetáculo contou com 150 crianças

Na noite desta terça-feira (01), 150 alunos da Escola Municipal de Artes mostraram seus talentos em dança, música e teatro. Foi uma noite de expectativas e emoção, tanto para as crianças quanto para os pais. O espetáculo foi realizado no anfiteatro da UTFPR, tendo como tema “Abelardo Barbosa, o Senhor Chacrinha”. Na ocasião, as crianças retrataram os principais momentos da carreira do artista, um dos precursores dos shows de talentos no Brasil.

O prefeito de Pato Branco, Augustinho Zucchi, marcou presença no evento e ressaltou a importância em envolver as crianças em ações que estimulem a vocação artística. “As crianças precisam ter condições para expressarem seus talentos, devem encontrar na escola um espaço adequado para desenvolverem suas capacidades. Afinal, isso reflete diretamente na formação das futuras gerações”, disse Zucchi.

A diretora da Escola Municipal de Artes, Kátia Variani, evidenciou a escolha do tema. “Chacrinha deu início ao tipo de espetáculo que fizemos hoje, onde apresentamos os talentos de nossas crianças para os pais, convidados e comunidade, como uma forma de socializar as atividades realizadas pela Escola de Artes, que atende crianças e adolescentes em tempo integral”, ponderou.

O espetáculo também deu continuidade à apresentação da escola realizada no primeiro semestre, que teve como tema a Jovem Guarda. “Como a participação das crianças está cada vez maior, houve o pedido dos pais para que fizéssemos mais espetáculos no ano. Então pensamos em temas que estimulem as crianças cada vez mais”, afirmou o coordenador da Escola de Artes, Paulo Vicari.

Atualmente, 250 alunos participam das oficinas ofertadas gratuitamente pela Prefeitura na  Escola Municipal de Artes, entre elas dança alemã, contemporânea, hip hop, artesanato, desenho animado, musicalização com coral, teclado, flauta, teatro e ginástica. “E este ano houve um diferencial, em todas as outras apresentações havia a participação dos professores junto à narrativa, desta vez tudo foi feito unicamente pelos alunos”, disse Paulo.

Pais e filhos ansiosos

O espetáculo contou com a presença expressiva de pais e familiares das crianças. Suzanne Marinho acompanhou a apresentação da filha Maria Antonia, 7 anos, que estuda na Escola Municipal Rocha Pombo. “Ela estava muito empolgada com a apresentação e sempre vai feliz para as aulas”, disse Suzanne.

Daiane Valendorf Vaz conta que a filha, Jully Gabriely, 10 anos, estudante da Escola Municipal Vila Verde, participa há anos das atividades da Escola de Artes. “Ela já participou dos cursos de dança, desenho, balé e artesanato e hoje ela estava bem alegre. Em casa ela está sempre dançando, então acredito que os cursos contribuem bastante para o desenvolvimento das crianças”, concluiu Daiane.

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários