Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Em Brasília, Prefeitura participa de encontro pela instalação da Embrapa

Pato Branco, Dois Vizinhos e Francisco Beltrão estão em busca da implantação de um centro de pesquisa da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), meta liderada pelos campi da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), com apoio das prefeituras e lideranças regionais. A ministra da Agricultura, Kátia Abreu, recebeu a comitiva do Sudoeste na manhã de terça-feira (01), em Brasília, com a presença também do diretor de Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação da Prefeitura de Pato Branco, Aldair Rizzi, ao lado do presidente da Embrapa, Maurício Antônio Lopes, da senadora Gleisi Hoffmann, do deputado federal Assis do Couto e de prefeitos da região.

Rizzi destaca a importância do projeto para transferir tecnologia e promover pesquisas pelo fortalecimento do agronegócio e da agricultura familiar. “O Sudoeste é uma região agrícola e precisa estruturar um núcleo de pesquisa e desenvolvimento tecnológico voltado para o setor. A Prefeitura de Pato Branco vai ajudar, uma vez que temos história na área, a exemplo do parque tecnológico e nos dispomos a trabalhar em conjunto com os prefeitos da região e campi da UTFPR”, ressaltou.

De acordo com Rizzi, o próximo passo será a conclusão do estudo por parte do Ministério da Educação, Embrapa e UTFPR, evidenciando a viabilidade do projeto para a região. “O Sudoeste será piloto nessa postura do Governo Federal de descentralizar e integrar tecnologias para o desenvolvimento sustentável do país”, completou Rizzi, que na ocasião representou o prefeito de Pato Branco, Augustinho Zucchi.

Durante a reunião, o diretor do campus da UTFPR de Pato Branco, Idemir Citadin, explicou à ministra que a ideia das universidades é somar forças com a Embrapa, com o Iapar e criar unidades mistas de pesquisa, seguindo um modelo já implantado na França há 20 anos. “Queremos desenvolver e potencializar a pesquisa e a transferência de tecnologia. Ter na região pesquisadores da Embrapa. E, claro, melhorar as estruturas já existentes que nós temos para dar condições de desenvolver ainda mais nossa região”, afirmou.

O deputado federal Assis do Couto enumerou as tentativas de viabilizar o projeto. Ele contou à Kátia Abreu que, pelo segundo ano consecutivo, a Bancada Federal Paranaense indica uma emenda para viabilizar este projeto no Sudoeste. “No entanto, não conseguimos da primeira vez, quando a emenda estava indicada para a Prefeitura de Francisco Beltrão. E agora a emenda está indicada para as UTFPR, através do Ministério da Educação. Para o próximo ano, eu conto com a sensibilidade da bancada para colocarmos novamente recursos para este projeto. Ele é estratégico, fundamental, não só para a região, mas para o Paraná e para o Brasil”, discorreu o parlamentar.

Kátia Abreu, por sua vez, disponibilizou o ministério para construir o projeto em parcerias com as universidades e os interlocutores regionais. Além disso, sugeriu que cada um dos 33 parlamentares que compõe a Bancada Federal indicassem uma emenda individual para viabilizar o projeto, através do Ministério da Agricultura.

A comitiva contou com a presença ainda do reitor da UTFPR, Carlos Eduardo Cantarelli, dos diretores-gerais da UTFPR – Câmpus Francisco Beltrão, Alexandre Alfaro e do Câmpus Dois Vizinhos, Alfredo Gouveia. Estiveram presentes também o prefeito de Francisco Beltrão, Antonio Cantelmo Neto, o prefeito de Dois Vizinhos, Raul Isotton, os deputados federais Osmar Serráglio, João Arruda, Luiz Nishimori, Christiane Yared, Diego Garcia e Leandre Dal Ponte, além do secretário executivo do Ministério da Educação, Luiz Claudio Costa.

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários