Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Rede Municipal de Educação de Pato Branco conquista mais de 300 medalhas na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica

Premiação foi realizada na segunda-feira (02), no auditório da UTFPR – Câmpus Pato Branco

A Prefeitura de Pato Branco, por meio da Secretaria Municipal de Educação e Cultura, realizou, na tarde de segunda-feira (05), a entrega de medalhas e certificados a 328 alunos da Rede Municipal de Educação, premiados pela 22ª Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA). Ao todo, foram 114 medalhas de ouro, 100 de prata e 114 de bronze. O evento aconteceu no auditório da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) – Câmpus Pato Branco e reuniu professores, estudantes, pais, autoridades e a imprensa.

Realizada anualmente pela Sociedade Astronômica Brasileira (SAB), em parceria com a Agência Espacial Brasileira (AEB), a Olimpíada tem por objetivo fomentar o interesse dos jovens pela Astronomia, Astronáutica e ciências afins, bem como, promover a difusão dos conhecimentos básicos de forma lúdica e cooperativa. As provas, compatíveis com os conteúdos abordados pelos livros didáticos, foi constituída de sete perguntas de Astronomia e três de Astronáutica e aplicadas em maio, para alunos do Ensino Médio e Ensino Fundamental (em níveis distintos: do 1º ao 3º ano; do 4º ao 5º e do 6º ao 9º ano). A lista com o resultado das melhores notas foi divulgada em setembro. No Brasil, mais de 800 mil crianças e adolescentes participaram da olimpíada.

A secretária municipal de Educação e Cultura, Heloí Aparecida De Carli, avaliou que o bom desempenho dos estudantes é resultado do intenso trabalho realizado nas escolas.  Segundo ela, durante o ano, em parceria com Grupo de Estudos, Pesquisa, Extensão e Inovação em Astronomia (GEAstro),  da UTFPR – Câmpus Pato Branco, os professores participaram de formações sobre o assunto para melhor prepararem os alunos. “Em 2018 já havíamos conquistado um bom resultado e, neste ano, foi melhor ainda. Esse número expressivo demonstra que as experiências proporcionadas em cada escola é de qualidade, desencadeando a construção de conhecimentos. Precisamos valorizar essas conquistas, como estímulo às nossas crianças”, enfatizou Heloí.

A coordenadora do GEAstro, Clementina Andreolla, salientou a importância de incentivar os estudantes desde cedo a conhecerem e se envolverem com o universo da Astronomia e Astronáutica. “Estamos muito orgulhosos de ver tantos talentos reunidos aqui. Todas essas medalhas indicam que estamos no caminho certo. Parabéns pelo esforço e continuem estudando e se dedicando para brilharem ainda mais”, ressaltou.

A Escola Municipal Rocha Pombo recebeu o maior número de medalhas na Olimpíada (44). De acordo com a diretora, Rosane Terezinha Fontana, o bom desempenho é reflexo do trabalho pedagógico realizado pelos professores. “São meses de dedicação, de ensinar os conteúdos das mais diversas maneiras. Estamos felizes e maravilhados por ver a alegria estampada no rosto dessas crianças”, disse.

Júlia Andrade Ferrazza, de 9 anos, do 4º ano da Escola Municipal Jardim Primavera, contou que guardará a medalha com carinho. “Hoje é um dia marcante. Eu estava nervosa, fiz uma boa prova e obtive uma das medalhas. Levo a lição de que não é só vencer, mas sempre participar e tentar”, comentou.

Maria Goretti Zatt Rodrigues, mãe de Gabriel Rodrigues, aluno do 3º ano da Escola Municipal José Fraron, afirmou estar orgulhosa com a conquista do filho. “Tão novo, ganhando uma medalha. Isso nos deixa emocionados e comprova que todo o esforço em fazê-lo estudar e, é claro, a atenção dos professores, traz excelentes resultados”, destacou. 

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários