Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Em Curitiba, alunos da Rede Municipal de Pato Branco são premiados no Agrinho 2018

 

Três alunos e três professoras da Rede Municipal de Educação de Pato Branco foram premiados no Concurso Agrinho 2018, realizado pelo Sistema Faep/Senar, Sindicatos Rurais e desenvolvido pelo Governo do Estado em parceria com as prefeituras. Os alunos e professores vencedores, que participaram da competição por meio de desenhos e redações, foram revelados em uma grande cerimônia, na segunda-feira (05), realizada no Expotrade Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, que reuniu mais de 1,5 mil pessoas.

Este ano mais de 7 mil trabalhos foram inscritos no concurso. A secretária municipal de Educação e Cultura de Pato Branco, Heloí Aparecida De Carli, participou da cerimônia realizada em Curitiba e enaltece a metodologia utilizada pelo Programa, que associa lições de meio ambiente e cidadania a práticas pedagógicas, propiciando a reflexão sobre a inter-relação entre o meio urbano e o rural.

“O Agrinho enriquece o trabalho pedagógico da Rede Municipal de Educação de Pato Branco, em que buscamos estimular experiências significativas e projetos inovadores que contribuam na formação cidadã dos nossos alunos. Dessa forma, o conhecimento rompe barreiras e não fica limitado somente à sala de aula, ampliando a visão de mundo dos alunos”, destaca.

Os três primeiros lugares conquistados pela Rede Municipal de Pato Branco, na região Sudoeste, foram: Julia Miketa, aluna do 4º ano da Escola Municipal Bairro Planalto – CAIC (1º lugar na Redação), juntamente com a professora Rosiee Cristina Sgarbossa; Murilo Ronsani Palaro, aluno do 3º ano da Escola Municipal São João Batista de La Salle (1º lugar na Redação), com a professora Marcia Regina Bueno; Enzzo Gabriel Chicoski, aluno do 2º ano da Escola Municipal São João Batista de La Salle (1º lugar na Redação), com a professora Simone dos Santos Painim.

Agrinho

O Programa Agrinho é a maior iniciativa de responsabilidade social do Sistema Faep/Senar-PR, que já foi inclusive replicado em outros estados e até em outros países de língua portuguesa. Realizado há 23 anos, o Agrinho é desenvolvido nas escolas ao longo do ano, período no qual os professores utilizam os materiais didáticos do Programa para trabalhar temas transversais em sala de aula, como ética, cidadania, saúde e meio ambiente. Este ano, a iniciativa mobilizou 800 mil estudantes e 50 mil docentes em todo o Paraná.

O projeto conta com o apoio institucional da Copel, Governo Federal, Caixa Econômica Federal, Sanepar, BRDE, Viapar, Rumo Logística, Governo do Paraná, Instituto Ambiental do Paraná (IAP), Tribunal de Justiça do Paraná, Ministério do Trabalho e Emprego, Receita Federal, Ministério Público do Trabalho, Tribunal Regional do Trabalho, Banco do Brasil, Itaipu Binacional, Dow AgroSciences, além de prefeituras de diversos municípios.

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários