Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Alunos da Rede Municipal de Educação apresentam trabalhos de encerramento da Maratona do Conhecimento

Neste ano, a temática trabalhada foi sustentabilidade

As escolas da Rede Municipal de Educação de Pato Branco apresentaram nesta semana os trabalhos resultantes da V Maratona do Conhecimento: Reencantando o Saber, que teve como tema “Sustentabilidade”. De maio a outubro, alunos do Pré ao 5º ano desenvolveram uma série de atividades culturais, sociais, lúdicas e artísticas, que culminaram em apresentações, como a da Escola Municipal Vila Verde, que aconteceu na quinta-feira (21) e, contou com a presença do prefeito Augustinho Zucchi, do vice-prefeito, Robson Cantu, secretários, professores, diretora, pais e a comunidade em geral.

A Maratona do Conhecimento, segundo a secretária municipal de Educação e Cultura, Heloí Aparecida De Carli, teve o objetivo de reencantar a rotina escolar, estimulando a aprendizagem dos alunos e promovendo a criação de um projeto educacional nas áreas de Linguagens, Matemática e Ciências. O diferencial, nesta edição, foi o desenvolvimento de protótipos de aplicativos por estudantes do 5º ano, como produto final dos projetos desenvolvidos pelas escolas municipais que, utilizando componentes curriculares dentro do tema Sustentabilidade e, com a colaboração de parceiros da sociedade civil, criaram soluções para a melhoria da qualidade educacional. As ferramentas, inclusive, foram submetidas ao Concurso de Aplicativos da Inventum 2019 – Feira de Ciência, Tecnologia e Inovação de Pato Branco, sendo que os cinco primeiros lugares foram conquistados por escolas do município. 

De acordo com a secretária municipal de Educação e Cultura, a Secretaria Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação tem sido uma grande incentivadora das ações inovadoras na educação e, o aplicativo foi pensado como produto final da maratona, para que cada escola colocasse em prática o que estudou. “Assim, a Maratona do Conhecimento coloca os alunos como protagonistas, realizando pesquisas, entrevistas, produzindo textos, confeccionando materiais, desenvolvendo ações sociais, ou seja, é a escola organizada em torno de um projeto que é construído pela escola, com o apoio da comunidade, um marco na vida das 4.454 crianças que compõem a Rede Municipal de Educação”, ressaltou a secretária de Educação.

O prefeito Augustinho Zucchi parabenizou os alunos, destacando que os trabalhos produzidos são reflexo do incentivo oferecido pelo município às escolas. O prefeito lembrou, que desde 2013, é realizado o Programa Clique Conhecimento, em que os alunos dos 4º e 5º anos recebem um tablet, como material de apoio para o desenvolvimento das atividades de aprendizagem. “Esse é um momento muito raro, em que as novas gerações vivem tudo muito rapidamente e precisam estar conectadas a essas mudanças. Inserir a tecnologia na rotina da sala de aula oportuniza o acesso à igualdade de ensino, proporcionando um diferencial enorme para a formação e futuro dos nossos alunos. Ver todos esses belos trabalhos é um orgulho para a gente”, frisou.

Inovação e criatividade

A partir da temática “Sustentabilidade”, os estudantes desenvolveram diversas ações, contemplando projetos de coleta de óleo, reciclagem de lixo, preservação de árvores nativas. Entre os projetos, a Escola Municipal Vila Verde, por exemplo, criou o projeto “Papa Pilhas”, que visa conscientizar a comunidade sobre o descarte correto de pilhas e baterias usadas.

A professora regente do 5º ano, Cristiane Gilioli, explicou que cerca de 200 alunos da escola participaram de discussões, até que se chegasse à definição do aplicativo “Pilha na Consciência”, que tem como propósito incentivar a conscientização ambiental e ajudar as pessoas a localizarem pontos de descarte entre os endereços das escolas municipais.  “Todas as escolas já estão aptas a receber os materiais e o aplicativo serve para que a comunidade possa conhecer o ponto mais próximo de sua casa e também faça a sua parte”, explicou. A ferramenta estará disponível nos próximos dias.

Wendel da Silva, aluno do 5º ano, disse que a Maratona do Conhecimento lhe permitiu melhorar sua comunicabilidade e aprender a conviver e a se relacionar melhor com os colegas. “Foi uma experiência maravilhosa, porque além de reforçar que não podemos jogar as pilhas no chão, aprendi que temos que dar um destino correto para elas, para não prejudicar o solo, as águas, o meio ambiente. Acho que consegui fazer a minha parte para um mundo melhor”, contou.

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários