Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

CTG de Pato Branco se apresentará na Copa do Mundo

Prefeito Zucchi e patronagem do CTG Carreteando a Saudade fizeram o anúncio nesta quinta-feira (24)

Pato Branco também estará na Copa do Mundo 2014. Nesta quinta-feira, dia 24, o prefeito Augustinho Zucchi e o patrão do Centro de Tradições Gaúchas Carreteando a Saudade, Edson Getten, anunciaram a participação do CTG nas apresentações culturais da Copa do Mundo.

O CTG pato-branquense retratará a cultura gaúcha em Natal, Rio Grande do Norte, na Arena das Dunas. Além de representar Pato Branco, o grupo apresentará o tradicionalismo e a cultura local, conforme pontuou o prefeito Augustinho Zucchi.

“O Carreteando a Saudade está levando o tradicionalismo para o Nordeste, para milhares de pessoas que terão a oportunidade de conhecer a tradição da cultura gaúcha, que mexe com a nossa alma e com o nosso coração. É um orgulho para Pato Branco, os 77 mil habitantes da nossa cidade estarão torcendo pelo nosso CTG”, enfatizou Zucchi.

O CTG de Pato Branco é o único do Paraná selecionado pelo Ministério da Cultura no Concurso Cultura 2014, que classificou 144 projetos em diversas áreas culturais para se apresentarem nas 12 cidades-sede da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014. Apenas dois CTGs integram a lista dos aprovados; o outro é do Rio Grande do Sul.

“Foram mais de dois mil projetos inscritos, sendo 12 aprovados na nossa categoria. É uma oportunidade para mostrarmos a cultura gaúcha que a gente preserva e cultua na nossa região, levando o nome de Pato Branco e do CTG para todo o Brasil e, quem sabe, para o mundo todo”, destaca o patrão do CTG Carreteando a Saudade, Edson Getten.

O CTG Carreteando a Saudade fará dez apresentações do espetáculo “Lascas do Rio Grande”. Ao todo, 31 membros do CTG – entre dançarinos, músicos e pessoal de apoio – viajarão mais de 3 mil quilômetros para participar da Copa do Mundo, em Natal.

“A apresentação Lascas do Rio Grande retrata desde as guerras, os conflitos históricos no Rio Grande do Sul, assim como o papel das mulheres nas revoluções. O tradicionalismo e a colonização da região Sudoeste do Paraná também é representado nesse show”, conta Marcos Antônio Moreira, membro do CTG. Segundo ele, o Carreteando a Saudade receberá R$ 147.000,00 do Ministério da Cultura, para arcar com as despesas de deslocamento, hospedagem e alimentação.

O Carreteando a Saudade existe há 41 anos e está entre os CTGs mais antigos do Paraná. Além da parte campeira, vem ganhando projeção em categorias artísticas como dança, chula, declamação e canto. Hoje, mais de 200 pessoas integram o CTG, sendo 150 dançarinos.

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários