Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

13ª Conferência Municipal de Assistência Social foi realizada em Pato Branco

Encontro, que acontece a cada dois anos, debateu políticas públicas voltadas à Assistência Social

Na quarta-feira (28), no Centro Regional de Eventos, foi promovida a 13ª Conferência Municipal de Assistência Social, com o tema “Assistência Social: Direito do Povo, com Financiamento Público e Participação Social”. O encontro, promovido pela Secretaria Municipal de Assistência Social e pelo Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS), teve o objetivo de discutir ações e metas para o atendimento em Assistência Social e o aprimoramento do Sistema Único de Assistência Social (Suas).

A Conferência Municipal, que acontece a cada dois anos, contou com a palestra da assistente social, Jacinta Imig, que falou sobre o tema principal do evento. Também foram formados grupos de trabalho e elaborados propostas para três eixos: a assistência social é um direito do cidadão e dever do Estado; política pública tem que ter financiamento público; e a participação popular garante a democracia e o controle social. As propostas farão parte do Plano Municipal de Assistência Social.

O prefeito Augustinho Zucchi participou do encontro e parabenizou todos os profissionais que se dedicam a fazer o bem. “Assistência social é estender a mão e o maior trabalho que pode ser feito é o de ajudar quem necessita, buscando maneiras de integrá-los na sociedade”, salientou.

A secretária municipal de Assistência Social, Anne Cristine Gomes da Silva, ressaltou que o evento é extremamente importante para as políticas pública da Assistência Social. Ela lembrou que, praticamente, todas as ações elencadas na última conferência foram colocadas em prática. “Esse é um espaço de mobilização da sociedade para que possamos traçar novas diretrizes e nos aproximarmos cada vez mais dos nossos usuários, atingirmos todas as realidades e promovermos o desenvolvimento social de Pato Branco”, frisou.

O presidente do CMAS, Bruno Facim, enfatizou que o resultado do trabalho do Conselho e da Secretaria Municipal de Assistência Social, em prol das pessoas menos favorecidas, é o que faz a diferença na sociedade. “O trabalho social de acolhimento feito na comunidade é fruto das ações diárias realizadas pelas entidades que, na maioria das vezes, nasceram de debates como o que promovemos aqui”, afirmou.

A presidente da Associação dos Moradores do Bairro Jardim Floresta, Jurema Alves Cardoso, participa frequentemente das conferências municipais e destacou a relevância do debate.  “As políticas públicas são fundamentais para a construção de ações que contribuam para o fortalecimento dos cidadãos e para a mudança de postura de vida”, opinou.

Conselho Municipal da Assistência Social e Conferência Estadual                         

Durante a Conferência, a assistente social da Secretaria Municipal de Assistência Social, Fernanda Merlo, foi escolhida para participar da Conferência Estadual, em outubro deste ano, em Curitiba. Além disso, foi feita a escolha do novo colegiado, que integrará o CMAS, na gestão 2019/2021.

As entidades que atuarão no Conselho serão: APAE, Conselho Regional de Psicologia (CRP); Fundação Patobranquense do Bem Estar (Fundabem); Grupo de Apoio a Mama (Gama); Igreja Evangélica Quadrangular; Instituto Prosdócimo Guerra; NUCRESS; Remanso da Pedreira (Remap); Rotary clube Pato Branco; SOS Missão Vida Nova; União Brasileira de Mulheres; e União de Bairros.

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários