Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Prefeitura e comunidade unidas pelos idosos

Projeto foi apresentado ao prefeito Zucchi por todos os clubes de Rotary de Pato Branco, juntamente com representantes da UTFPR e com apoio da deputada federal Leandre Dal Ponte

 

O prefeito de Pato Branco, Augustinho Zucchi, recebeu nesta quarta-feira, dia 21, uma comitiva formada por voluntários de todos os clubes de Rotary de Pato Branco, por representantes da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) – Câmpus Pato Branco e pelos assessores parlamentares da deputada federal Leandre Dal Ponte, Jovelina Chaves da Silva e Ito Oliveira.  O encontro oficializou a parceria entre o Município e as entidades para realização do “Projeto Cidade Amiga do Idoso”, que objetiva garantir a qualidade de vida dos idosos, com ações que promovam longevidade e oportunizem a participação dos idosos de forma cada vez mais efetiva na sociedade.

Recentemente, em estudo publicado pelo site da Exame.com, Pato Branco foi reconhecida como a 11ª melhor cidade para envelhecer no País, considerando municípios com população entre 50 mil e 100 mil habitantes. A conquista reflete as diversas ações desenvolvidas pelo Município na área da saúde, esporte, lazer, meio ambiente, cidadania, assistência social, cultura, segurança e inclusão digital, que representam qualidade de vida para os idosos.

Diante disso, é preciso analisar os projetos que estão sendo desenvolvidos, visando estabelecer um planejamento a longo prazo, justamente para que a cidade continue ofertando condições para a longevidade, o que também refletirá em outras áreas da sociedade.

“Hoje estamos chamando a iniciativa de “Projeto Cidade Amiga do Idoso”, mas futuramente ela pode se chamar “Cidade para todos”, pois as ações serão bem abrangentes, contemplando questões de acessibilidade, saúde, educação, segurança, qualidade de vida, entre outras. A ideia é que os benefícios atendam a sociedade de forma geral”, pontua Jovelina.

A necessidade de articular a comunidade e o poder público em projetos voltados aos idosos atende a perspectiva nacional para 2050, quando estima-se que, a cada quatro brasileiros, pelo menos um será idoso. Isso se dá devido ao aumento na expectativa de vida no Brasil e à diminuição de nascimentos.

“Neste século, o envelhecimento vem ganhando um lugar de destaque, de forma acelerada e em grandes proporções. É o que nos mostra os indicadores da Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Censo 2010 do IBGE, que vêm gerando grandes desafios para as cidades. As políticas públicas devem voltar-se a esse tema com força total, pois o mesmo interfere diretamente em questões econômicas do município, do Estado, do País e da região. O Sudoeste, em especial, tem um número bastante elevado de idosos. Por isso, a deputada Leandre apoia e incentiva os municípios na implementação de projetos como este, promovendo o envelhecimento ativo pleno, preparando Pato Branco para as futuras gerações”, pontuou Jovelina, lembrando que Leandre idealizou a Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa (Cidoso) e a Secretaria Nacional da Pessoa Idosa.

A partir da conversa com o prefeito Zucchi, o grupo se reunirá com o Conselho Municipal em Defesa do Idoso e com secretários municipais, para conhecer os projetos e ações que envolvem idosos, como as oficinas realizadas no Largo da Liberdade, no Centro Aquático, no CEU das Artes e do Esporte, no Centro Dia, nos CRAS, além de outras iniciativas desenvolvidas pela Prefeitura.

“Estamos à disposição das entidades na realização desse projeto, que será uma inovação para a nossa cidade e, certamente, um marco na região. Queremos que a comunidade participe e se envolva cada vez mais em questões como esta, que representa qualidade de vida”, ressaltou o prefeito Zucchi.

Outro passo importante para efetivação do projeto será a palestra com o presidente do Centro Internacional da Longevidade, Alexandre Kalash, envolvendo todos os voluntários e as entidades parceiras, para debater o assunto e as estratégias de trabalho – a data da palestra será divulgada num segundo momento. Na sequência, ainda, alunos e professores da UTFPR – Câmpus Pato Branco deverão aplicar uma metodologia de questionários visando diagnosticar as condições vividas pelos idosos pato-branquenses, identificando eventuais demandas.

Para o presidente do Rotary Pato Branco Vila Nova, Vagner Viganó, a união das entidades é fundamental para que a comunidade se sensibilize e abrace iniciativa, uma vez que o projeto objetiva envolver a comunidade. “Agradecemos a recepção do prefeito Zucchi e o apoio da deputada Leandre. Trabalharemos para que o projeto não pare, se desenvolva e beneficie a sociedade por meio da parceria com o poder público”, disse Vagner, lembrando que o projeto será levado também a diferentes países, por meio dos intercambistas que participarão das ações em Pato Branco.

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários