Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Terceira Idade de Pato Branco participa de atividades voltadas à inclusão digital

Durante a semana, público participou de Conferência e de Workshop de Smartphone

Entre os dias 01 e 03, aconteceram em Pato Branco, atividades voltadas à inclusão digital dos idosos. Na terça-feira (01), quando foi celebrado o Dia Internacional da Pessoa Idosa, foi realizada uma Conferência, na Faculdade de Pato Branco (Fadep), transmitida, simultaneamente, de Curitiba para os municípios de Londrina e Pato Branco, com atividades laborais e lúdicas e informações sobre o uso de recursos tecnológicos. Na quarta (02) e quinta-feira (03), mais de 80 idosos estiveram no CEU das Artes e do Esporte, onde aprenderam sobre a utilização de redes sociais, durante workshop “SOS Smartphone”.

As atividades foram promovidas pela Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná (Celepar), com o apoio do CEU das Artes e do Esporte, CRAS Sudoeste e Universidade Aberta à Terceira Idade (Unati). Os principais temas repassados nas atividades foram sobre o uso de ferramenta de troca instantânea de mensagens, onde os idosos puderam aprender sobre configurações básicas, envio de documentos, fotos, vídeos, áudios, localização e contatos, além de diferença entre as conexões wi-fi e dados móveis, entre outros assuntos. “Foi um momento de aprendizagem muito importante, em que os idosos, que não tiveram essas tecnologias quando jovens, passam a ter novas formas de integrar-se ao mundo digital”, salientou o técnico de informática da Celepar, Luiz Carlos de Lima.

O coordenador do CEU das Artes e do Esporte, Natan Bertol, ressaltou que, para Pato Branco, participar de uma Conferência e sediar um workshop de tecnologia, deste nível, foi uma satisfação, já que foi a cidade piloto dos cursos de smartphone no Paraná. “Pela sua contribuição social, os idosos devem ser homenageados todos os dias e de todas as maneiras, e uma atividade dessas, em um mundo que respira tecnologia, é fundamental, pois puderam tirar dúvidas, aprofundar conhecimentos e, assim, interagir de maneira mais eficaz, no mundo virtual, com seus familiares”, apontou.

A coordenadora do CRAS Sudoeste, Luciana Copatti, destacou que são muitos os benefícios da inclusão digital ao público da terceira idade. “Hoje tudo está ao alcance das pessoas através do celular e os idosos não ficam fora deste universo. Cada vez mais fazem uso dessa ferramenta tecnológica que vem proporcionando informação, entretenimento e, principalmente, qualidade de vida”, frisou.

Para a coordenadora de Pós-graduação, Pesquisa, Extensão e Inovação (Coppex) da Fadep, Marielle Sandalovski Santos, foi uma honra sediar a Conferência. “A população mundial está inserida no mundo digital e os idosos, também. Atividades como essa colaboram para que passem a dialogar virtualmente com suas famílias e amigos, vivendo de forma mais intensa o processo comunicacional”, observou.

Para Zélia Batistella, 68 anos, participante de atividades no CEU das Artes e do Esporte e do CRAS Sudoeste, a inserção no mundo digital tem feito a diferença em sua vida. “Essa é uma novidade que a gente nunca pensou que chegaria, mas que é muito boa. Aprendendo isso temos comunicação com todo mundo e continuamos ativos”, opinou.

Avany Carnieletto, 80 anos, também participa das atividades do CEU das Artes e do Esporte e contou que não tinha o hábito de usar a internet no celular para se comunicar e, atualmente, é um dos meios que muito utiliza. “Eu não era de mexer no celular. Comecei a aprender e agora consigo falar com meus sobrinhos e amigas. Pra mim esse curso foi importante, porque tudo o que você procura aprender é uma experiência para a vida”, ressaltou.

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários