Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Auditores do MEC avaliam estrutura para curso de Medicina

Em encontro no gabinete municipal, lideranças reforçam apoio à implantação do curso

O curso de Medicina em Pato Branco enquanto conquista histórica para o Sudoeste do Paraná foi evidenciado por lideranças do Município e região, nesta terça-feira, dia 29, durante encontro com os médicos auditores do MEC, que estão avaliando os serviços de saúde ofertados em Pato Branco – importante etapa pela implantação do curso na Faculdade de Pato Branco (Fadep). O encontro, realizado no gabinete municipal, marcou o início dos trabalhos dos auditores.

O prefeito de Pato Branco, Augustinho Zucchi, destacou a união da comunidade pela implantação do curso de Medicina no Município. “Unimos as nossas forças com as lideranças locais e municípios da região, para termos o curso de Medicina. Será um diferencial, um fortalecimento da área da saúde, pela formação de médicos que possam ajudar o Município, a região Sudoeste e até o país. Estamos extremamente esperançosos, temos a determinação e prioridade absoluta pela implantação desse curso”, enfatizou.

Zucchi lembrou que quatro novas unidades de saúde serão construídas em Pato Branco, garantindo, ainda, que todas as intervenções estruturais necessárias pela concretização do curso, que sejam de competência do Município, serão providenciadas pela Administração Municipal.

“O que tiver que ser feito pelo Município, estamos preparados para fazer, pois estamos equilibrados financeiramente. Conduzimos uma gestão voltada para a saúde pública, somando esforços com os nossos hospitais para ofertarmos estrutura e um serviço de qualidade à população”, destacou Zucchi.

Participaram do encontro o médico auditor do MEC, Jairo José Caovilla e a representante do Conselho Nacional de Saúde, Vania Lucia Leite. Em Pato Branco, a comitiva do MEC conta com mais dois médicos, José Wellington Alves dos Santos e Tereza Helena Tavares, que estão verificando as condições ofertadas por hospitais, unidades de saúde, Pronto Atendimento Municipal, entre outros serviços.

Conforme Jairo José Caovilla, um dos principais pontos considerados é a relevância social do projeto, o que está sendo demonstrado em Pato Branco. “Começamos bem. Já visitei vários municípios em todos os estados do país. Aqui em Pato Branco, vejo que este não é um projeto de uma faculdade, nem somente do Município, e sim um desejo da comunidade regional”, ressaltou.

A médica Vania Lucia Leite explicou que a partir da visita será elaborado um relatório, que será submetido ao Conselho Nacional de Saúde. “A nossa vontade que é tenha mesmo o curso aqui em Pato Branco, pois sabemos da necessidade, em que o Município crescerá mais em virtude desse curso”, pontuou.

União regional 

O município de Coronel Vivida somou-se ao processo de implantação do curso de Medicina em Pato Branco, disponibilizando a estrutura de saúde e leitos. O apoio foi justificado pelo prefeito Frank Schiavini, que acredita que o curso refletirá na qualidade da saúde pública da região Sudoeste.

“Fico feliz de poder ajudar nesse projeto com a estrutura de saúde ofertada em Coronel Vivida. Entendemos que esse curso é um presente para o Sudoeste do Paraná, representa um atendimento melhor para toda a população, pois a maior dificuldade que temos hoje é encontrar médicos para trabalhar na nossa região. A vinda desse curso é de extrema importância para Pato Branco, Coronel Vivida e região Sudoeste como um todo”, ponderou.

A presidente do Conselho Regional de Medicina de Pato Branco – Delegacia Regional, Vanessa Esber, afirmou o apoio da entidade. “Acompanhamos esse projeto pedagógico, o nascimento dele desde 2006, a evolução, o preparo dos profissionais, o envolvimento dos municípios e a necessidade da população. Há o empenho de todos em colaborar, por isso o CRM está aqui e apoia o curso de Medicina”, disse.

O diretor-geral da Faculdade de Pato Branco (Fadep), Eliseu Miguel Bertelli, lembrou que a instituição será avaliada em uma nova etapa, cuja estrutura física e pedagógica está preparada para atender as exigências do MEC. “Esse sonho começou em 2006 e está prestes a se concretizar, com apoio de toda a comunidade. A Fadep e o Município vêm se preparando há algum tempo e estamos aptos para que esse projeto aconteça. Sobretudo, enquanto instituição formadora, vamos ofertar qualidade e excelência no ensino na área da Medicina”, completou Eliseu.

O encontro também contou com a presença do diretor do Hospital São Lucas, João Petry, do diretor do Hospital Policlínica de Pato Branco, Ivânio Guerra, do chefe da 7ª Regional de Saúde, Nestor Werner Junior, do presidente do Conselho Municipal de Saúde, Lucas Miserski, do presidente da Câmara Municipal, Guilherme Silvério, dos vereadores Claudemir Zanco, Vilmar Maccari, Valmir Tasca, Augustinho Polazzo e Gilson Feitosa. Médicos da Secretaria Municipal de Saúde também estiveram presentes.

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários