Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Prefeitura de Pato Branco democratiza informação na área rural de Pato Branco através do programa Agronet

Programa de internet gratuita no campo foi implantado em agosto de 2019 e já colhe excelentes resultados

O Agronet, programa de internet gratuita para área rural, desenvolvido pela Prefeitura de Pato Branco, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e da Secretaria Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação, em parceria com a Ampernet Telecom, Coopertradição, CybertechNet e Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) –câmpus Pato Branco, vem beneficiando aproximadamente 10 mil pessoas, entre moradores, trabalhadores e visitantes da área rural, desde agosto de 2019.

Instalados em locais estratégicos do interior do município, os 50 pontos de internet, distribuídos na área de cobertura das comunidades, escolas, Unidades Básicas de Saúde (UBS), pavilhões e pontos intermediários, disponibilizam 10 mega e suportam até 60 conexões ao mesmo tempo, podendo chegar a um raio de até 200 metros de distância. O programa contempla também seis estações meteorológicas que possibilitam, em tempo real, a coleta de dados para execução de projetos de agricultura 4.0, bem como são disponibilizados 23 drones, de alta resolução, para o levantamento de informações topográficas e de outras relacionadas à agricultura.

O secretário municipal de Agricultura, Clodomir Ascari, afirma que o Agronet foi criado para impulsionar novos negócios, democratizar a informação e viabilizar o desenvolvimento do campo. Segundo ele, em menos de um ano da sua implantação, o programa já apresentou resultados satisfatórios, contribuindo com a transformação da vida de moradores e visitantes de 34 comunidades. “Andar pelo interior de Pato Branco e ver famílias, que antes não tinham nenhuma conectividade em suas casas, terem a possibilidade de estarem conectadas com o mundo, para nós é motivo de muita alegria, além de sabermos que estamos colaborando para novos negócios no campo e para uma agricultura com maior precisão”, salienta.

O secretário municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação, Géri Natalino Dutra, também avalia positivamente a implantação do Agronet. “O programa tem privilegiado as nossas comunidades com pontos de conexão, oportunizando aos moradores e visitantes fazerem uso do sinal de internet e estabelecerem comunicação com qualquer lugar. É um programa inovador, abrangente, que faz a diferença na vida das pessoas”, ressalta.

Inclusão social

Os hábitos dos moradores da área rural de Pato Branco foram modificados depois que o Agronet chegou. Para o senhor Adir Debastiani, 62 anos, que antes conseguia se conectar, muito raramente, pela internet de telefonia do celular, com a chegada do programa passou a conversar com seus filhos pelas redes sociais, saber a previsão do tempo com precisão para preparar o plantio, bem como, ainda escutar suas músicas preferidas. “Tem me auxiliado bastante, pois a velocidade é boa, o que facilita o acesso. Consigo me manter informado e ainda ouvir minhas canções nativistas que tanto gosto”, conta.

Para a agricultora Edilce Polasso de Almeida Machado, de 53 anos, da comunidade de Sede Dom Carlos, a Agronet veio facilitar a vida da família. “É uma alegria termos gratuitamente internet em casa. Antes não pegava em todos os cômodos e para falar no telefone tinha que subir no morro, agora ficou mais prático e fácil. Só podemos agradecer ao prefeito que fez isso por nós”, diz.

A técnica em enfermagem da UBS de Sede Dom Carlos, Leonira Dallacorte, de 59 anos, também comemorou o avanço que a comunidade teve com o programa. “A Agronet vem beneficiando todos os moradores. As pessoas que não tinham internet em casa estão contentes, e os usuários e colaboradores da unidade também, porque podem se comunicar. É um programa que trouxe inclusão social para os agricultores”, analisa. 

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários