Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Manejo de Piscicultura foi tema de encontro em Pato Branco

Evento apresentou novas tecnologias aos piscicultores do município

A Prefeitura de Pato Branco, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e em parceria com a Anhambi Alimentos, realizou, na tarde desta quinta-feira (29), na Associação dos Engenheiros Agrônomos, um encontro sobre Manejo de Piscicultura. O objetivo foi apresentar aos piscicultores, novas tecnologias para a criação de peixes, que contribuam para o fortalecimento da cadeia produtiva.

O zootecnista Juliano Henriques, responsável pela área de piscicultura da Anhambi Alimentos de Pato Branco e Itapejara D’Oeste, ministrou a palestra. Além de falar sobre manejo alimentar, abordou temas como qualidade da água dos açudes, genética e sanidade de peixes. “O Paraná é o maior produtor de peixes do Brasil, mas o Sudoeste ainda precisa se desenvolver, e uma das dificuldades para isso é o custo com a ração, que corresponde a 70% da produção. Repassando algumas informações, pudemos auxiliá-los os a melhor trabalhar e a desenvolverem esse setor”, ressaltou.

O secretário municipal de Agricultura, Clodomir Ascari, afirmou que a cadeia produtiva de peixes vem crescendo, gradativamente, em Pato Branco. A espécie mais produzida é a tilápia, mas, também, há criação de pacu, dourado e carpa capim.  De acordo com o secretário, estima-se que existam mais de 500 açudes na cidade, porém, com baixo índice de aproveitamento. “Precisamos levar esse conhecimento do manejo e informar os piscicultores com as novidades do setor para que melhorem sua produtividade e agreguem mais valor na sua propriedade. Hoje muitos criam apenas para a subsistência, mas tem um mercado que pode ser explorado”, enfatizou. 

Clodomir disse que os produtores podem disponibilizar peixes para a merenda escolar, através do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA); na Feira do Produtor, que a cada ano tem uma procura maior; e, ainda, para o frigorífico que abate peixes em Pato Branco. “A população aprecia o peixe. Se tivermos oferta, com qualidade, e conseguirmos ser competitivos, em preço, seremos uma cadeia de sucesso e teremos resultado positivo”, destacou.

Sidnei Ronsani cria peixes desde 2005 e tem uma movimentação de 90 toneladas por ano em sua propriedade. No entanto, por considerar um mercado promissor, também é sócio em uma empresa local, onde são abatidos, até 5 mil quilos por semana. “Comecei comercializando para frigoríficos de outras cidades, até que observei que tem mercado aqui. Pra mim, esses encontros são muito importantes, para que possamos aprender mais sobre essa cadeia e produzirmos com eficiência”, salientou.

Mais informações sobre o Manejo de Peixes podem ser obtidas na Secretaria Municipal de Agricultura, pelo telefone (46) 3220-1502, ou junto à Prefeitura de Pato Branco.

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários