Notícias

Pato Branco, PR °min °max

Município entrega alevinos e bioinseticida para produtores rurais

Na manhã desta quinta-feira, dia 15, o Município de Pato Branco, através da Secretaria Municipal de Agricultura e da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, juntamente com o Conselho Municipal de Meio Ambiente e a Central das Associações de Produtores Rurais, realizou a entrega de alevinos aos produtores que participam do Programa Municipal de Desenvolvimento da Agricultura (Prodeagri) e demais piscicultores. Na ocasião, ainda, representantes de localidades rurais receberam bioinseticidas para combate do mosquito borrachudo no interior.

O secretário municipal de Agricultura, Clodomir Ascari, explica que a entrega de alevinos faz parte de um trabalho realizado durante todo o ano. “Através do Prodeagri, os produtores receberam horas-máquina para a construção dos açudes. Depois, organizamos treinamentos para ensinar o manejo e os tipos de espécies que se adaptavam melhor ao nosso clima. Hoje, estamos realizando a entrega dos alevinos e o próximo passo é realizar o acompanhamento desses produtores na produção dos peixes”, contou Clodomir.

Na ocasião, os representantes das comunidades receberam, também, bioinseticidas para controle do mosquito borrachudo no interior. “O encontro serviu para explicarmos como será realizada a aplicação do produto. Até o dia 27 de dezembro, os produtores farão a limpeza do leito dos rios. No dia 28, pela manhã, todas as 32 comunidades farão a aplicação desse larvicida simultaneamente e, após 15 dias, será feita a segunda aplicação. Com essa organização, garantiremos melhor eficácia do mesmo”, explicou Nelson Bertani, secretário municipal de Meio Ambiente.

Para o presidente da Central das Associações de Produtores Rurais de Pato Branco, Ivonir Bernardi, o apoio do Município é fundamental, tanto para a aquisição de alevinos, quanto para o fornecimento de bioinseticida. “A ação de combate ao mosquito já foi realizada em outras ocasiões e teve seu objetivo alcançado. Já com relação aos alevinos, o intermédio do Município representa qualidade e economia para nós produtores. Além disso, a equipe da Prefeitura pesquisa as opções de melhor procedência e, ainda, intermedia a compra e a entrega, fazendo com que o custo para os agricultores seja menor”, ressaltou Ivonir.

No total, entre tilápias, carpas, lambaris, pacus, tambacus, catfish e jundiá, foram entregues cerca de 30 mil alevinos para 46 produtores. Já de bioinseticida, 200 litros do produto foram entregues, beneficiando 32 comunidades do Município.

Condições climáticas

Em relação à aplicação do bioinseticida, caso chova de forma excessiva nos dias que antecedem 28 de dezembro, e caso aumente significativamente o volume de água nos rios, lagos e córregos, será remarcada uma nova data para aplicação do larvicida.