Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Paralelo às obras, equipe do aeroporto de Pato Branco recebe capacitação

Nesta semana, a movimentação no Aeroporto Municipal Juvenal Cardoso, em Pato Branco, está ainda mais intensa. Isso porque além das obras de revitalização, com a estruturação e pavimentação da pista e do pátio de manobras, a equipe que atuará no local está recebendo mais uma etapa de formação, para atender às exigências da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para certificação do aeroporto, processo que visa a operação de voos regulares.

O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Osmar Braun Sobrinho, explica que o Município está preparando a equipe que atuará no aeroporto, em que todos os funcionários receberão cursos técnicos específicos para as suas funções. As atribuições que não demandam a realização de novos concursos, já estão sendo supridas por funcionários que fazem parte do efetivo da Prefeitura.

Nesta etapa de capacitação, de 20 a 24 de novembro, ocorre o curso básico de segurança em aviação civil, com 34 horas de duração, voltado à inspeção dos passageiros e das pessoas que utilizarão o aeroporto. De acordo com o instrutor em Segurança da Aviação Civil, Luiz Paulo de Castro Sena, que é habilitado pela Anac e está ministrando o curso em Pato Branco, estão sendo repassados procedimentos essenciais relativos à segurança na aviação civil brasileira.

Já na próxima semana, de 27 de novembro a 01 de dezembro, haverá a segunda etapa da formação, com o curso de inspeção em segurança. Serão 36 horas de duração, complementando o curso básico, para habilitar os funcionários a operar a máquina de raio-x e fazer buscas pessoais nos passageiros.

“Um agente de proteção da aviação civil precisa realizar esses dois cursos, é uma exigência da Anac, que é o órgão regulador central da aviação civil no País e que estipula esses dois cursos como balizadores centrais para operação de aeroportos”, explica Luiz Paulo, que atua na Empresa Brasileira de Serviços Auxiliares de Transporte Aéreo (Embrasata). A formação está sendo oferecida pela Embrasata, mediante processo licitatório realizado pelo Município.

Segundo a gestora-geral do Aeroporto Municipal Juvenal Cardoso, Vandirlei Lira da Cruz, o aeroporto de Pato Branco contará, no primeiro momento, com 15 funcionários, que já estão recebendo as capacitações. Serão quatro agentes de proteção da aviação civil atuando no canal de inspeção, dois fiscais de pátio, um gestor-geral, um gestor de segurança operacional, cinco bombeiros de aeródromo e dois seguranças.

“O canal de inspeção será os olhos do aeroporto, pois não pode haver pessoas despreparadas e sem treinamento na sua operação. Por isso, toda a nossa equipe está recebendo essa formação. Quanto mais pessoas estiverem capacitadas, significa mais segurança, em que a qualidade do serviço, certamente, será muito maior”, avalia Vandirlei, que é servidora do Município e, desde 2016, se prepara para assumir a gestão do aeroporto de Pato Branco, participando de cursos regulamentados pela Anac. Isso a tornou apta a assumir essa função, uma vez que a qualificação de quem responderá pela gestão do aeroporto também é um dos requisitos avaliados pela Anac no processo de certificação.

Obras

Todo esse processo, de estruturação física e qualificação da equipe, atende à regulação e certificação do aeroporto de Pato Branco, trabalho que iniciou em janeiro, com as obras de revitalização que somam mais de R$ 10 milhões em investimentos, oriundos da parceria entre o Município, Governo Federal, Governo do Estado e Associação Empresarial de Pato Branco (ACEPB). A Azul Linhas Aéreas Brasileiras já anunciou que realizará a operação de voos regulares na cidade.

Iniciadas em janeiro, as obras estão em fase final. No momento, acontece a pavimentação da pista e do pátio de manobras, com investimentos de R$ 2.415.986,09, provenientes do Governo do Estado. Além disso, o Município investe mais R$ 310.896,44 em recursos próprios para a base e drenagem do pátio de manobras. O Município recebeu, ainda, um caminhão contra incêndio, repassado pelo Governo Federal, através do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, adquirido pelo valor de R$ 1.589.900,00.

Destaque também para a construção do novo terminal de passageiros, que já está sendo mobiliado e recebendo as instalações elétricas. O espaço conta com área de 812,75m², distribuídos em salas para embarque e desembarque, área de inspeção, hall de entrada e espaço destinado às empresas aéreas. Há no local, ainda, espaço para área administrativa com mais três salas e área para credenciamento.

Houve, ainda, a ampliação da faixa lateral da pista, que era de aproximadamente 55 metros a partir do eixo e, agora, possui 75 metros. Isso foi possível com a terraplenagem, que contemplou 180 mil metros cúbicos. Foi finalizada, nesta semana, a construção e instalação de equipamentos da Estação Prestadora de Serviços de Telecomunicações de Transporte Aéreo (EPTA), que permite voos por instrumento, cujo investimento do Município foi superior a R$ 1 milhão.

A representatividade da estruturação e certificação do aeroporto é evidenciada pelo prefeito de Pato Branco, Augustinho Zucchi. “Estamos na reta final das obras, aguardando a certificação da Anac e, o que era um sonho, já pode ser considerado realidade. Com a operação dos voos regulares, teremos uma nova condição de desenvolvimento, que refletirá no futuro de Pato Branco e de toda a região. Certamente, esta será mais uma conquista histórica, motivo de orgulho para todos nós”, destaca.

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários